Projeto "Lazer na Praça" promove integração para alunos com deficiência na Rede Municipal de Ensino

20/10/2023 - 17:12 Atualizado há 5 horas



Nesta sexta-feira (20), a Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou uma ação recreativa na Praça São Francisco, intitulada "Lazer na Praça," com o objetivo de fomentar a integração entre alunos com deficiência da rede municipal de ensino. Mais de 140 crianças, provenientes de mais de 10 escolas, tanto do Centro Histórico quanto da Grande Rosa Elze, participaram do evento, desfrutando de um novo ambiente repleto de atividades recreativas cuidadosamente planejadas para incluir a todos.

 

 

Deise Barroso, secretária da Semed, enfatizou a relevância deste evento para as crianças e como a secretaria se dedicou a garantir a organização. "Neste mês de outubro, o mês das crianças, resolvemos fazer uma ação bem específica para as crianças deficientes da rede. Um novo ambiente onde eles estão se divertindo com várias atividades, com o intuito de incluir os alunos e promover essa interação. Agradecemos aos integrantes do Núcleo de Apoio Psicossocial que pensaram em todos os detalhes para que esta ação fosse possível," destacou.

 

Deise Barroso, secretária da Semed

 

Shirlene Silva, turismóloga e mãe de Valdemir, um estudante da rede, expressou seu entusiasmo com o evento. "Hoje foi um dia muito especial para as crianças, tanto que meu filho acordou logo cedo, já ansioso para desfrutar de todas as atividades com os colegas. Um evento que cria a interação entre eles e todos os envolvidos com a aprendizagem deles. Minha maior satisfação é ver a alegria dele e fico tranquila por saber que a rede de ensino é inclusiva e trata todos com muito respeito e segurança," disse.

 

Shirlene Silva, turismóloga

 

Mardilene Prado, coordenadora do Núcleo de Apoio Psicossocial, explicou como a ação foi cuidadosamente planejada para levar alegria e segurança para as crianças da rede assistidas pelo Núcleo. "Agradecemos muito aos educadores que compreenderam a importância desse momento, nos unimos para realizar na Praça São Francisco, em um espaço amplo, um espaço maior do que teríamos nas escolas. Na rede temos 531 com deficiência e os convites foram estendidos aos pais e estão aqui aqueles que puderam comparecer", afirmou. 

 

Mardilene Prado, coordenadora do Núcleo de Apoio Psicossocial

 

De acordo com a especialista em educação especial, Maria Rosária Santos, o  projeto contou com duas pedagogas e seis cuidadoras que proporcionaram uma variedade de atividades, incluindo corridas, pintura facial, pega-pega e desenhos. "Trabalhar com educação especial é muito importante, pois além do aprendizado, transmitimos amor, escuta e toda a atenção que estas crianças necessitam. Os alunos estão felizes, à vontade, com organização, e a Semed está de parabéns. As brincadeiras foram elaboradas com antecedência e distribuídas para todos os envolvidos," concluiu.

 

Maria Rosária Santos, especialista em educação inclusiva

 

Fotos: Dani Santos