Prefeitura de São Cristóvão retoma entrega de kits da alimentação escolar

11/05/2021 - 19:00 Atualizado há 1 dia



A Prefeitura de São Cristóvão, através da Secretaria Municipal de Educação (Semed) retomou nesta terça-feira (11), a entrega de kits da alimentação escolar para os alunos que estão matriculados na Rede Municipal de Ensino. A ação visa contribuir para a segurança alimentar dos alunos e familiares durante a pandemia da Covid-19.  A previsão é que cerca de 8 mil alunos sejam contemplados pelos kits que incluem produtos não perecíveis e alimentos oriundos da agricultura familiar.

 

A secretária municipal de educação, Quitéria de Barros, explica que por conta do agravamento da pandemia a Semed adotou uma nova estratégia de distribuição dos kits.  De acordo com ela, as escolas farão uma organização própria, verificando maneiras para que não haja aglomeração durante a entrega dos alimentos.

 

 

“As escolas farão a distribuição elegendo turmas para cada horário, dia e turno específico, de modo que não gere aglomeração. As escolas estão orientadas a convocar os pais e responsáveis pelos alunos a virem no dia e horário definido. Tudo isso para cumprir o protocolo de biossegurança durante a distribuição desses alimentos”, detalha a secretária.

 

São mais de 30 toneladas de alimentos provenientes da agricultura familiar que estão sendo distribuídos neste momento. Itens como banana, laranja, batata-doce, chuchu e mamão fazem parte dos kits entregues pela Semed. Segundo a secretária, os kits são formulados por nutricionistas, e além de serem importantes para alimentação dos alunos e seus familiares, esta é uma iniciativa que também fortalece os produtores locais.

 

 

“Esses kits foram formulados por nutricionistas, com uma composição diferente de acordo com a etapa de ensino que o aluno está. Para além da legislação que nos obriga a incluir no cardápio das escolas os alimentos da agricultura familiar, essa também é uma política de fomento aos arranjos produtivos locais, de modo que nós possamos fazer a aquisição dos produtores sancristovenses, contribuindo economicamente com a situação desses fornecedores”, acrescenta Quitéria.

 

Famílias contempladas

 

Todos os alunos regularmente matriculados na Rede Municipal de Ensino têm direito aos kits. Cada aluno tem direito a um kit com alimentos não perecíveis e um kit da agricultura familiar.

 

 A marisqueira Regiane da Silva, que tem três filhos matriculados na EMEF João Francisco de Andrade, foi na manhã de hoje pegar os kits. “Não estou trabalhando e esses kits chegam num ótimo momento. Vai ajudar muito, tem muitos alimentos que vão contribuir bastante para a gente”, destaca.

 

A marisqueira Regiane da Silva pegou os kits nesta terça-feira 

 

Adriene dos Anjos Santos, que possui uma filha matriculada na EMEF Dr. Lourival Fontes, também recebeu os kits nesta terça-feira. “Estou sem trabalhar desde março do ano passado. A escola que eu trabalhava tirou alguns funcionários e eu fui um deles. Esses kits vão ajudar muito, porque como perdi o emprego, desde o inicio da pandemia nós temos dificuldades para fazer compras”, afirma.

 

Adriene dos Anjos Santos possui uma filha matriculada na EMEF Dr. Lourival Fontes e também recebeu os kits

 

Cestas básicas

 

Diferente do que ocorria no ano passado, a entrega das cestas básicas não está ocorrendo nas escolas e não possui gerência da Semed. As famílias que se encontram em situação de insegurança alimentar devem buscar o CRAS do seu território para que possam passar por uma avaliação. O benefício será concedido mediante comprovação de que a família está em situação de extrema pobreza ou com dificuldade de acesso a alimentação.

 

Fotos: Heitor Xavier