Prefeitura de São Cristóvão empossa mais seis novas professoras efetivas

19/11/2021 - 17:06 Atualizado há 6 horas



A prefeitura de São Cristóvão, através da Secretaria Municipal de Educação (Semed), empossou nessa sexta-feira, 19, mais seis professoras efetivas para atuarem na educação básica do município. Aguardado há mais de 17 anos, o concurso público realizado em 2019 já nomeou 78 profissionais até o momento, com um objetivo que vai além do suprimento de vagas e visa ampliar os resultados positivos conquistados durante a gestão.

 

Ao desejar boas-vindas às novas professoras, a secretária de educação Quitéria Barros conduziu a apresentação de todos os presentes e aproveitou a ocasião para citar alguns dos lemas da atual administração, que consistem em “qualidade de ensino, respeito à comunidade e, sobretudo, respeito às crianças”.  Ainda com a palavra, a secretária as convidou para firmarem um pacto pela melhoria da qualidade de ensino e foi taxativa ao dizer que “criança fora da escola é inadmissível, tampouco dentro da escola sem aprender”.

 

Quitéria de Barros, secretária municipal de educação

 

“Das 27 vagas disponibilizadas, convocamos 78 em razão das aposentadorias. Até o final do ano pretendemos chamar aproximadamente mais de 50 profissionais convocados nesse concurso”, falou a secretária, que aproveitou o ensejo para revelar as expectativas com os novos profissionais. “Para quem está chegando, a minha expectativa é a de que todo mundo consiga se arrepiar com a cidade. É fundamental que o professor olhe para o aluno, comunidade, família e se importe. O inconformismo nos move à busca de uma sociedade mais igualitária”, conclui.

 

O prefeito Marcos Santana reforçou as boas-vindas às novas integrantes da educação e ressaltou o objetivo de transformar São Cristóvão em Cidade Educadora, ou seja, uma referência nacional neste segmento. Ainda enfatizou o respeito que nutre pelo trabalho dos professores, que, de acordo com ele, “assumem um papel transformador na sociedade. E como praxe, terão todo apoio no tocante às condições de trabalho, o que envolve a estrutura física das escolas, condições salariais e ao relacionamento com o município”, aponta.

 

Prefeito Marcos Santana, durante reunião de posse

 

A professora recém-chegada, Luana Lima, representou as demais colegas convocadas, quando compartilhou o seu entusiasmo ao receber a notícia. “Essa convocação veio pra mostrar que toda ansiedade valeu a pena. O concurso foi feito em 2019 e nós somos a prova viva de que a esperança nunca deve morrer. Estou muito agradecida pela oportunidade e vou me empenhar ao máximo para atuar com o máximo de qualidade”.

 

Luana Lima, professora convocada

 

Fotos: Dani Santos