Prefeitura investe aproximadamente R$ 7 milhões de reais em obras de recapeamento asfáltico na Grande Rosa Elze e moradores agradecem

30/08/2022 - 20:02 Atualizado há 3 dias



Atendendo uma necessidade da população, a Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), iniciou no último sábado (27) as obras de recapeamento asfáltico em vários pontos da Grande Rosa Elze. Atualmente as atividades se concentram no bairro Eduardo Gomes, e posteriormente devem beneficiar os moradores dos bairros Madre Paulina (Complexo Doce Vida) e Tijuquinha. 

 

 

Para esta ação, o investimento foi de R$ 6.998.709,00, com recursos próprios, e atenderá mais de 70 mil m² de asfalto. Para o secretário da infraestrutura, Júlio Nascimento Júnior, a Seminfra entende que é necessário ter uma atenção especial nas principais vias por onde passam ônibus e outros veículos. 

 

“Nós preparamos esse plano de recapeamento asfáltico justamente para ampliar a vida útil do pavimento. Estamos agindo preventivamente para evitar que, no futuro, não precise isolar algumas vias por conta de buracos que porventura aparecem justamente por conta do tempo do pavimento. Acreditamos que isso irá melhorar as condições de trafegabilidade em toda a região, dando mais conforto e segurança aos veículos”, explicou.

 

Júlio Nascimento Júnior, secretário da Seminfra

 

Quem já vê esses benefícios são os moradores da Rua ‘E’ do Eduardo Gomes, por exemplo, uma das localidades atendidas pela ação da Prefeitura. A comerciante Ana Cristina elogiou a iniciativa, destacando que “está bem melhor agora, os carros passam sem problemas e com mais segurança”, disse. 

 

Ana Cristina, comerciante

 

A opinião dela é semelhante a de Clodoaldo Dória, mais conhecido como ‘Godô’ e que mora no Eduardo Gomes desde a sua fundação. “A estrada estava esburacada, ainda bem que veio o recapeamento mais uma vez. A gestão do prefeito Marcos é impecável e está fazendo um ótimo trabalho com esse serviço. Não deixa a desejar de jeito nenhum”, complementou.

 

Clodoaldo Dória, morador

 

Fotos: Heitor Xavier