Prefeitura de São Cristóvão realiza 1º Seminário de Gestão Pública 

23/10/2023 - 18:24 Atualizado há 5 horas



Nesta terça-feira (23), a Controladoria Geral do Município (CGM) realizou o 1º Seminário de Gestão Pública da Prefeitura, reunindo representantes de todas as secretarias para discutir o encerramento do exercício e as principais causas de rejeição de contas no âmbito municipal. O Seminário abordou temas como a correta prestação de contas, os desafios da gestão pública, boas práticas administrativas e as principais causas de rejeição de contas que podem afetar o município. 

 

 

 

O procurador-geral do Ministério Público de Contas do Estado de Sergipe e presidente da Associação Nacional do Ministério Público de Contas, João Augusto Bandeira de Mello, agradeceu o convite e destacou a importância do evento. "Essas reuniões de alinhamento, que discutem gestão e obrigações do gestor público, são muito relevantes para traçar rumos para o sucesso da gestão. São Cristóvão vem se destacando na administração pública sergipana, e eventos como este só colaboram ainda mais com o aperfeiçoamento futuro”, destacou. 

 

João Augusto Bandeira de Mello, procurador-geral do Ministério Público de Contas do Estado de Sergipe

 

A controladora geral do município, Maria Lucimara Souza, enfatizou a importância de aprofundar o conhecimento na administração pública para evitar problemas e irregularidades. "Este seminário é uma oportunidade para enriquecer nosso conhecimento e aprimorar nossas práticas de gestão pública. Estamos caminhando para o final do exercício e mandato, e a gestão tem atingido os melhores resultados para o município. Este evento visa ouvir do TCE/SE, através do procurador-geral de contas, as práticas que devemos adotar para que não tenhamos problemas com as contas anuais", ressaltou. 

 

Maria Lucimara Souza, controladora geral do município



O prefeito Marcos Santana agradeceu a presença de todos os envolvidos e ressaltou a importância do evento para alinhar procedimentos e garantir a transparência. "Desde o início de nossa administração, em janeiro de 2017, buscamos alinhar nossos procedimentos, garantir a lisura e a transparência, e seguir a legislação. Hoje, mais do que nunca, é hora de estarmos atentos e atuar firmemente para que todos os nossos procedimentos estejam em conformidade com as normas legais. Somos os gerentes dos recursos públicos que a comunidade nos confia. Portanto, nossa diretriz é utilizar esses recursos da melhor forma possível, com responsabilidade fiscal", disse. 

 

Marcos Santana, prefeito

 

A procuradora geral do município, Aline Magna, ressaltou a importância do controle administrativo e a necessidade de planejamento. "É importante uma organização, um arquivo com todos esses procedimentos organizados para termos uma resposta concreta, caso necessário. O orçamento público é igual ao orçamento doméstico, precisamos saber de onde sairão os recursos e temos um limite de gastos anual e metas a atingir, logo, é importante ter bem estabelecidas as prioridades. Por isso, o orçamento é plurianual. Caso haja alguma mudança nesse ínterim, precisamos pedir novamente a autorização do legislativo”, explicou. 

 

Aline Magna, procuradora geral do município

 

O evento contou com a palestra do secretário Municipal de Fazenda, Orçamento e Planejamento (Semfop), Eldro da França, e com a presença de servidores municipais, secretários e os vereadores Ítalo Macário e Fabinho Cristo Rei. 

 

 

 

 

 

Fotos: Heitor Xavier