Semas realiza reunião com famílias acompanhadas pelo Programa Auxilio Brasil na EMEF Pedro Amado

21/09/2022 - 15:13 Atualizado há 51 minutos



Desde a última semana, a Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, tem promovido diversas reuniões direcionadas às famílias acompanhadas pelo Programa Auxílio Brasil nas escolas do município. Na manhã desta quarta-feira (21), o encontro aconteceu na EMEF Pedro Amado, localizada no Bairro Lourival Batista.

 

O Programa Auxílio Brasil é um programa de transferência de renda criado para melhorar as condições de vida de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. É necessário que a família esteja cadastrada no Cadastro Único do seu município para que o governo analise o perfil da família e libere o recebimento do benefício.

 

Para ter o benefício, é preciso também que as famílias cumprem certas condicionalidades, por exemplo: crianças, adolescentes e jovens entre 4 a 21 anos devem ter uma frequência regular na escola (educação), as crianças de 0 a 7 anos devem ter as vacinas em dia, e as gestantes devem ter um acompanhamento pré-natal (saúde). Assim, a reunião tem o intuito de orientar as famílias a respeito dos seus direitos e deveres com o Programa.

 

 

De acordo com a gerente do cadastro único, benefícios e transferências de renda, Ilkelyn Fontes, ter essa comunicação com as famílias é necessária para que elas tenham acesso às políticas públicas. “Nós sempre estamos comunicando como deve ser feito, a periodicidade de manter a frequência regularizada, entre outros. Nós trazemos essa questão de conscientização e acessibilidade de acesso em todas as políticas tanto da educação quanto da saúde”, explicou.

 

Ilkelyn Fontes, gerente do cadastro único, benefícios e transferências de renda

 

Para a gestora da EMEF Pedro Amado, Lílian Oliveira, usar as escolas para as reuniões é de suma importância porque a escola é feita da comunidade. “Esse é um tópico importante principalmente pelo bem do educando, pois quando a gente tem uma frequência, o aluno tem uma aprendizagem melhor, e nós também aproveitamos para conhecer os pais, e para que eles entendam melhor sobre os programas sociais que o país e o município oferecem”, disse.

 

Lílian Oliveira, gestora da EMEF Pedro Amado

 

Opinião das mães

 

Carla Regina é mãe de três filhos e conta que a reunião foi relevante pois muitos pais possuem dúvidas a respeito das faltas. “Eu sou bem presente, sempre pergunto como eles estão indo na escola então é fundamental que nós como mães acompanhemos a frequência porque se o filho não estiver na escola, não tem futuro”, finalizou.

 

Carla Regina, mãe acompanhada pelo Auxílio Brasil

 

Jaine Oliveira é mãe de dois filhos, sendo um deles matriculado na EMEF Pedro Amado, e aproveitou para elogiar a ação. “Eu estava precisando disso porque às vezes a criança adoece, nós vamos ao hospital e às vezes o médico não quer dar atestado, então essa reunião foi bem bacana para ficarmos cientes do que está acontecendo”, concluiu.

 

Jaine Oliveira, mãe acompanhada pelo Auxílio Brasil

 

Equipamentos de assistência

 

Em caso de dúvidas, as famílias podem obter informações nos equipamentos da Semas como o CRAS São Cristóvão, localizado na Avenida Irineu Neri, que possui um posto de atendimento do serviço do Cadastro Único e o Auxílio Brasil. Além dele, há também o CRAS Gilson Prado, que fica na Rua José Edilson de Andrade (Rosa Elze).

 

 

Fotos: Dani Santos