Secretaria de Saúde de São Cristóvão publica trigésimo boletim epidemiológico de monitoramento da COVID-19

06/11/2020 - 17:49 Atualizado há 15 horas



#covid

 

O Centro Municipal de Operações de Emergências em Saúde Pública de São Cristóvão (COE-COVID-19-SC) divulgou nesta quinta-feira (05) o Boletim Epidemiológico nº 30: “Doença pelo Coronavírus 2019”. O documento é complementar ao boletim diário, com análises epidemiológicas mais aprofundadas e informações acerca da situação da pandemia no município de São Cristóvão e no estado de Sergipe.

 

Em 05/11 São Cristóvão registrou um total de 2.358 casos confirmados desde o início da pandemia, dentre os quais 2.201 (93,34%) evoluíram para recuperação/alta do monitoramento, 58 (2,46%) encontram-se em isolamento domiciliar, 06 (0,26%) internados e 93 (3,94%) evoluíram para óbito em decorrência da doença.

 

Já em relação aos 75 municípios de Sergipe, São Cristóvão ocupa em números absolutos, a 6ª posição em casos confirmados e 4ª em óbitos. Entretanto, a Taxa de Incidência (acumulada), que por sua vez estima o número de casos novos da COVID-19 levando-se em consideração o total de habitantes de cada município, encontra-se na 36ª posição. Em relação à Taxa de Mortalidade, São Cristóvão ocupa a 16ª posição, e a 19ª em Letalidade.

 

Com relação à última semana de outubro (26/10 a 01/11), houve uma redução na incidência e média móvel de casos novos no município e no estado. São Cristóvão registrou 26 casos novos, ou seja, uma redução de 46,94% na média móvel em relação à semana anterior, e Sergipe registrou 568 casos novos, uma redução de 74,53% na média móvel em relação à semana anterior.

 

No entanto, apesar dessa redução, o Gerente de Epidemiologia e Informação em Saúde de São Cristóvão, José Marcos Santos, pondera que esses dados devem ser visto com cautela, pois podem ser, dentre outros fatores, apenas um reflexo dos preparativos da população para um final de semana seguido de feriado (dia dos Finados). “Isso por sua vez pode ter resultado em adiamentos na procura por assistência e testagem neste período. O acompanhamento destes dados deve continuar para que haja um melhor entendimento do cenário e assertividade nas afirmações”, afirma ele.

 

Gerente de Epidemiologia e Informação em Saúde de São Cristóvão, José Marcos Santos

 

O Gerente explica que, no município, a análise da taxa de incidência e da média móvel semanais evidenciou o pico para casos novos da COVID-19 no mês de junho, entre os dias 15 e 21. “São Cristóvão seguiu com padrão de redução na curva epidemiológica de casos novos até 13 de setembro, e após sete semanas seguidas de redução na incidência/média móvel, observaram-se novas elevações”, afirma. “O município seguiu com estabilidade e pouca variação nestes indicadores nas últimas semanas avaliadas, sendo ainda necessário o reforço das medidas de prevenção e de distanciamento social por parte dos sancristovenses”, reforça.

Taxa de incidencia e média móvel - Covid-19 São Cristóvão 

 

Já em Sergipe o pico para casos novos da COVID-19 esteve entre 13 e 19 de julho de 2020. A partir disso, o estado apresentou padrão de redução significativa na curva epidemiológica de casos novos até 13 de setembro, e após seis semanas seguidas de redução, observou-se estabilização nesta regressão. “O estado seguiu com novas elevações, e nas últimas semanas avaliadas houve pouca variação nestes indicadores da COVID-19, sendo, portanto, igualmente necessário o reforço das medidas de prevenção e de distanciamento social por parte dos sergipanos de uma forma geral”, reforça José Marcos.

 

Taxa de incidencia e média móvel - Covid-19 Sergipe

 

Segundo Lorreine Messias, mestre em Administração Pública pela FGV-SP e economista pela USP, profissional que vem acompanhando os dados epidemiológicos do município no Programa Municípios Contra o Coronavírus, as informações divulgadas à população através dos boletins epidemiológicos semanais são abrangentes e descritas de maneira bastante cuidadosa. “A partir de outros boletins que tenho acompanhado, o boletim de São Cristóvão possui um volume de informação substancialmente abrangente, em que a informação é apresentada de maneira cuidadosa e detalhada. Sem dúvidas, é um excelente passo em direção às boas práticas de governança pública e transparência que devem ser perseguidas pelas administrações”, afirma ela.

 

 

O Boletim Epidemiológico nº 30 tem sido um farol para as ações implementadas no município através de um processo constante de monitoramento e vigilância dos dados e das evidências científicas relacionadas à COVID-19 em nível nacional e internacional. O documento é complementar ao boletim diário, com análises epidemiológicas mais aprofundadas e informações acerca da situação da pandemia no município de São Cristóvão e no estado de Sergipe.

 

Ele traz, entre outras abordagens, um resumo da situação epidemiológica da COVID-19 no mundo, no país, no estado e em São Cristóvão, mostrando a evolução do vírus no município e em Sergipe desde o primeiro caso confirmado. Além disso, apresenta informações sobre os casos confirmados, casos suspeitos, óbitos e índice de isolamento social na cidade, bem como as taxas de incidência e de mortalidade e média móvel semanais do vírus.

 

O Boletim Epidemiológico nº 30 está disponível no portal da prefeitura de São Cristóvão, na aba Covid-19, em ações de enfrentamento: https://transparencia.saocristovao.se.gov.br/covid19