#SãoCristóvãoNãoPara: Oferta de serviços públicos no bairro Marcelo Déda melhoram a vida da população

31/07/2020 - 14:50 Atualizado há 18 horas



Vida com mais dignidade, qualidade de vida e mobilidade urbana, a Prefeitura de São Cristóvão atua na oferta de serviços para garantir que a população do bairro Marcelo Déda tenha esses direitos. São calçamento e drenagem de ruas, readequação na EMEF do bairro e ações constantes de limpezas nos canais do bairro que impactam positivamente na vida da população.

 

Extensão territorial do Bairro Marcelo Déda

 

Situado nas imediações da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e do Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), o bairro Marcelo Déda, também conhecido como Jardim Universitário, foi por muito tempo um contraste daquela região. O maior bairro do município em área territorial, com aproximadamente 4.060.000 m², fazendo divisa diretamente com a cidade de Aracaju, e com aproximadamente 3.000 habitantes (Censo 2010), passou um longo período esquecido pelo poder público, e era desprovido dos serviços mais básicos, a exemplo de diversas ruas sem pavimentação, afetando diretamente na qualidade de vida da comunidade.

 

Mobilidade urbana e dignidade

 

Rua calçada no Marcelo Dedá

Uma das áreas essenciais para o funcionamento e desenvolvimento socioecônomico de uma cidade é a infraestrutura. Consequentemente, a qualificação dela gera impactos positivos em diversas outras áreas ao seu redor. Pensando nisso, a Prefeitura de São Cristóvão, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), está finalizando a obra de pavimentação e drenagem das ruas A, B, C, S, Saneamento, Dona Carlita e I, no Marcelo Déda.

 

Morador do bairro há 14 anos, Gilvan dos Santos, conta que a situação do seu bairro era muito complicada. “Aqui antes era terrível, tinha um esgoto a céu aberto bem aqui na frente que quando chovia, enchia as ruas todas de lama. Ainda bem que a prefeitura melhorou a situação, deixou o nosso bairro com outra cara, mais valorizado”, disse Gilvan.

 

Gilvan dos Santos, morador do bairro há 14 anos

 

Ainda segundo Gilvan, com a nova realidade do bairro, ele e sua família decidiram abrir uma mercearia para complementar a renda. Com a mobilidade urbana que foi aumentada, novas possibilidades surgiram para todos.

 

Para o prefeito Marcos Santana, o calçamento de ruas é um direito básico de toda a população, e destaca a importância dessas obras na sua gestão. “Nossa gestão está investindo em pavimentação. Pavimentação significa que as ruas não terão mais lama, as crianças não vão mais brincar numa rua cheia de lama e, consequentemente, serão mais saudáveis. O povo de São Cristóvão tem que ser bem tratado, ser feliz, tem que ter os seus direitos respeitados”, pontuou o prefeito.

 

 

 

A obra, que está orçada em aproximadamente R$ 1.100 mil, oriundos do Ministério das Cidades, abrange 10.232 m² de pavimentação em pedra granítica, com a implantação de 1.070 m de rede de drenagem. Segundo o engenheiro da Seminfra, Vicente Maia, a obra já está na sua fase final. “Estamos faltando apenas 40% da Rua I, que é a rua de entrada do Conjunto Jardim Universitário. Dentro dos próximos meses, estaremos entregando toda a pavimentação para essa comunidade”, esclareceu o engenheiro.

 

 

Excelência na educação

 

Dentro da política de valorização da rede municipal de ensino, a prefeitura está requalificando várias escolas no município como forma de garantir o melhor aprendizado para os alunos, e fornecer condições de trabalho dignas para os professores. No Marcelo Déda, a EMEF Ruth Dulce foi a escola contemplada com o serviço de readequação do espaço.

 

 

Por meio da Secretaria Municipal de Educação, a escola recebeu um investimento de aproximadamente R$173 mil em manutenção corretiva e qualificação dos espaços, como também na aquisição de novos equipamentos e materiais, tudo isso para que os pequenos tenham a possibilidade e oportunidade de sonharem com novos tempos.

 

De acordo com a Secretária Municipal de Educação, Quitéria de Barros, a escola foi preparada para receber cada vez mais alunos. “Essa escola atende a uma comunidade muito populosa e a nossa perspectiva é de uma ampliação constante do número de matrículas. Entregamos a escola Ruth Dulce completamente pronta para que o processo de ensino aprendizagem se desenvolva”, declarou a secretária.

 

 

As modificações na estrutura da escola foram inúmeras: reparos hidráulicos e elétricos, rotas de acessibilidade, climatização e adequação às exigências de combate a incêndio e pânico.

Para a diretora da EMEF Ruth Dulce, Paula Andrea de Jesus Santos, a readequação da escola é apenas uma fatia da revolução que está sendo feita na educação da cidade mãe. “A rede municipal está passando por uma inovação na educação. Além da estrutura física dos prédios, toda a parte pedagógica está passando por uma transformação. Tudo isso faz com que o aluno sinta prazer em ir pra escola”, disse Paula.

 

Espaço aberto para lazer na EMEF Ruth Dulce (Foto de arquivo)

 

Serviços de manutenção

 

O Marcelo Déda está situado numa localidade que recebe todo o despejo de água do Eduardo Gomes, Tijuquinha e do Rosa Maria, no canal conhecido como Riacho do X. Pelo grande volume de água, o sistema de drenagem muitas vezes não suporta tanta vazão, ocorrendo alagamentos em alguns pontos do bairro.

 

 

Agindo de maneira preventiva para que os transtornos sejam minimizados, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsurb), dedicou uma equipe exclusiva para realizar ações de limpeza e capinação ao longo de todo o canal, tendo como principal função remover os mais variados tipos de entulhos dos canais, facilitando o escoamento das águas e prevenindo alagamentos no período das chuvas.

 

A limpeza do canal tem sido constante no Marcele Déda.

 

O secretário de serviços urbanos, Genivaldo Santos, explica que o serviço feito pela prefeitura não adianta se não houver conscientização da população. “É preciso que as pessoas residentes nas proximidades dos canais colaborem com a limpeza urbana e a manutenção pública, respeitando, por exemplo, os horários da coleta e não jogando lixo nas vias e beira de canais”, disse Genivaldo.

 

No âmbito das ações na iluminação pública que a Prefeitura de São Cristóvão tem adotado, a Semsurb vem modernizando a iluminação do município. No Bairro Marcelo Déda, foram instalados 17 novos pontos de iluminação led, contemplando quatro ruas e uma avenida.

 

A iluminação em LED tem sido um avanço em todos os bairros

 

De acordo com Bruno Hora, Engenheiro Eletricista da secretaria, a instalação dessas novas luminárias vai gerar mais segurança para a comunidade e reduzirá as despesas da prefeitura. “Com a iluminação em LED eficiente, a população consegue ter uma segurança maior, já que evita muitas ocorrências de roubo. O município também ganha com a economia gerada com a adoção de lâmpadas de LED.” afirmou Bruno.

 

Engenheiro Bruno Hora

 

Atendimento exclusivo na Saúde

 

A Unidade de Saúde Massoud Jalali é referência para o bairro, são quatro equipes médicas dedicadas aos usuários. A população do Marcelo Déda é assistida por uma dessas equipes de saúde da família e uma equipe de saúde bucal. A Unidade, que aderiu ao programa Saúde na Hora, funciona em horário estendido, de 7h às 19h. Além disso, no bairro Marcelo Déda, os moradores ainda contam com atendimento exclusivo a cada 15 dias, que ocorre na Associação dos Moradores da comunidade.