São Cristóvão participa ativamente de reunião sobre melhorias no transporte coletivo da Região Metropolitana de Aracaju

20/03/2024 - 15:23 Atualizado há 4 horas



Como membro integrante do Consórcio Metropolitano do Transporte Coletivo Intermunicipal da Região Metropolitana de Aracaju (CTM), o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, participou na última terça-feira (19), de encontro na Prefeitura de Aracaju para o alinhamento das bases do processo licitatório e a divulgação do calendário de publicação do edital, que estará disponível para consulta pública a partir da próxima sexta-feira (22). O encontro contou com a presença dos prefeitos de Aracaju, Barra dos Coqueiros e Nossa Senhora do Socorro, além da presença do governador do estado, Fábio Mitidieri, e representantes da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP). 

 

 

De acordo com o prefeito Marcos Santana, a reunião foi oportuna pois o Consórcio visa melhorar a qualidade do transporte coletivo, uma demanda em que a gestão vem lutando para atender aos pedidos da população e dar mais conforto e segurança a todos os que utilizam o transporte coletivo. “Estou muito satisfeito com as bases estabelecidas, bases estas que nortearão a elaboração do edital cujo resultado fará toda a diferença na vida de trabalhadores e trabalhadoras que usam o sistema de transporte coletivo. Aprovamos as bases que vão permitir a elaboração do edital de licitação e já estou na expectativa de que finalmente teremos um sistema que não pese no bolso do nosso povo, que seja confortável e, principalmente, seguro”, pontuou. 

 

Marcos Santana, prefeito de São Cristóvão

 

Embora satisfeito e esperançoso com o resultado da reunião, Marcos Santana afirmou que a espera pelo processo de licitação em São Cristóvão é inviável, devido à urgência dos problemas com os ônibus. Durante a reunião, ele exigiu uma mudança imediata na linha de ônibus da cidade, destacando a preocupação com a segurança da população. De acordo com o descrito em ofício enviado ao prefeito Edvaldo Nogueira, prefeito de Aracaju e responsável pela administração do Consórcio, a prestação de serviço de transporte público na Região Metropolitana de Aracaju não atende às necessidades da população, e as empresas locais têm ultrapassado os limites aceitáveis, devido ao sucateamento da frota. Isso representa sérios riscos à integridade física dos passageiros, configurando uma situação de tragédia iminente, como relatado por testemunhas.

 

O prefeito Edvaldo Nogueira anunciou os detalhes do processo licitatório para o transporte coletivo, durante a reunião. "Decidimos sobre a elaboração da licitação, discutimos subsídios e aprovamos as bases do processo", afirmou. “O novo sistema incluirá ônibus com ar-condicionado e uma renovação da frota a cada 4 anos e meio. Atualmente, alguns ônibus têm até 12 anos de uso, enquanto a idade mínima atual é de nove anos”, explicou.

 

Edvaldo Nogueira, prefeito de Aracaju ao lado do prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo

 

Na ocasião, o prefeito de Aracaju apresentou o calendário estabelecido: a proposta inicial do edital será publicada no dia 22 deste mês para consulta pública, disponível no site do consórcio até 03 de abril. A população poderá enviar suas opiniões durante esse período. Após o dia 03, uma comissão formada pelo ANTP, SMTT e o consórcio analisará as contribuições. Em 15 de abril, haverá uma próxima assembleia, e o edital final será publicado em 22 de abril. O prefeito enfatizou a transparência do processo, essencial para uma compreensão clara do papel de todos na sociedade. 

 

Subsídio do governo 

 

Neste mesmo dia, o governador Fábio Mitidieri firmou um Decreto que isenta o ICMS sobre o diesel para as empresas de ônibus que atuam na região metropolitana de Aracaju, abrangendo os municípios de Aracaju, Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão. Hoje as empresas arcam com o valor de R$1,06 por litro de óleo diesel, no entanto, com essa nova medida em vigor, elas poderão comprar o combustível diretamente das distribuidoras sem a incidência do imposto, podendo chegar a até nove milhões de litros por ano. Essa isenção entra em vigor já em março, totalizando aproximadamente R$10 milhões em economia para as empresas de transporte, com o intuito de viabilizar a renovação da frota de ônibus na região metropolitana de Aracaju.

 

Membros do Consórcio Metropolitano do Transporte Coletivo Intermunicipal da Região Metropolitana de Aracaju 

 

Fotos: Dani Santos