Prefeitura de São Cristóvão entrega primeiro Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional de Sergipe

11/05/2022 - 16:35 Atualizado há 2 horas



A Prefeitura de São Cristóvão entregou na manhã desta quarta-feira (11) mais um equipamento para assistir a população em situação de vulnerabilidade social do município. Trata-se do primeiro Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional (CRESAN) do estado de Sergipe e segundo equipamento deste tipo implantado no Nordeste.

                       

Vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), o CRESAN tem o objetivo de contribuir na redução da fome e da Insegurança Alimentar e Nutricional, por meio da garantia do acesso a uma alimentação adequada às famílias em situação de vulnerabilidade social de São Cristóvão, além de promover a inclusão social e ser um espaço para o diálogo entre a população e o Poder Público.

 

Em seu discurso o Prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, agradeceu os esforços exercidos pelos envolvidos e definiu o momento como um ato de amor aos sancristovenses. “É direito do nosso povo se alimentar bem e a política de assistência social garante isso. Nós trabalhamos diariamente, apesar das dificuldades, para que vocês, homens e mulheres de São Cristóvão, possam ter o direito de se alimentarem garantido e de terem três refeições por dia. Hoje nós estamos fazendo história na política de assistência social e na política de segurança alimentar no nosso estado”, declarou.

 

Prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana

 

O vice-prefeito Paulo Júnior enfatizou o compromisso da gestão em garantir alimentação de qualidade para os munícipes. “Tenho certeza de que esse equipamento irá mudar ainda mais a vida das pessoas da nossa cidade, principalmente os que mais precisam. Este Centro servirá de modelo para as demais administrações municipais do estado de Sergipe”, complementou.

 

Paulo Júnior, vice-prefeito de São Cristóvão

 

Para a secretária da Semas, Lucianne Rocha, a entrega do CRESAN é algo importante, principalmente quando é levado em consideração o contexto do aumento do nível de vulnerabilidade da população após a pandemia da Covid-19. “Dentro de uma política pública, precisamos pensar em estratégias que façam o enfrentamento mais efetivo dessa problemática. Entendemos que apenas entregar cestas básicas não era suficiente, precisávamos ter um acesso mais efetivo à alimentação àquelas famílias que mais necessitam”.

 

Lucianne Rocha, secretária do Semas

 

 

Programas desenvolvidos

 

No CRESAN diversos programas e ações serão desenvolvidos, dentre eles o “Tá Na Mesa”, iniciativa da gestão municipal que atualmente contempla 126 famílias. Além de receberem mensalmente uma cesta de alimentos, elas também participam de oficinas educativas que buscam fomentar a adoção de hábitos alimentares mais saudáveis. O programa visa atender as necessidades nutricionais básicas, bem como as especiais, no caso de indivíduos portadores de Diabetes Melitus, tendo em sua cesta itens específicos a sua dieta.

 

Também há o Banco de Alimentos Municipal que visa arrecadar alimentos, e repassar de forma gratuita a famílias em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar e nutricional, combatendo assim a fome e o desperdício de alimentos. O equipamento já recebeu alimentos de doação de empresas como o Grupo Maratá, Universidade Federal de Sergipe e demais parceiros.

 

Além disso, com o Programa Alimenta Brasil (PAB), antigo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o município promove o acesso à alimentação, em quantidade, qualidade e regularidade necessárias, às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional. O PAB pode ser executado sob várias modalidades de compras e aquisição de alimentos, dentre elas a modalidade Compra com Doação Simultânea, realizada por meio da compra direta ao agricultor e doação aos beneficiários consumidores. Desde o início da sua execução no município, em janeiro de 2021, o programa já beneficiou cerca 16 agricultores familiares, 12 Instituições Socioassistenciais e de Saúde, bem como as famílias acompanhadas pelo “Tá na Mesa”, arrecadando em média 45 toneladas de alimentos durante esse período.

 

 

Equipe do CRESAN 

 

Parcerias e população beneficiada

 

A usuária Jucélia da Cruz é mãe de cinco filhos e mora junto dos seus quatro netos, todos assistidos pelo CRESAN e ressaltou a importância do equipamento para ela e outras famílias da Cidade Mãe de Sergipe. “O Centro é necessário porque tem muita gente que precisa. Agradeço a gestão por permitir que a minha família tenha o que comer e por garantir os nossos direitos”, disse.

 

Jucélia da Cruz, usuária do CRESAN

 

A pró-reitora de extensão da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Sueli Pereira, salientou a felicidade da participação da instituição nesse evento e da parceria com a Prefeitura na realização de ações voltadas à segurança alimentar. “É um momento de alegria e estamos de portas abertas para apoiar e dar todo o suporte necessário”, comentou.

 

Sueli Pereira, pró-reitora de extensão da UFS

 

Quem também se emocionou foi a presidenta do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Maria do Carmo Batista, que agradeceu a parceria dos agricultores sancristovenses na missão de levar alimentos às famílias que vivem insegurança alimentar. “Nós entregamos produtos de qualidade, de primeira mão e de agricultura familiar que fazem valer e acontecer a vida. Eu agradeço a gestão não somente por essa inauguração, mas por chegar na mesa de cada família assistida”, concluiu.

 

Maria Batista, presidenta do Sindicato dos Trabalhadores Rurais

 

Para o presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (COMSEAN-SE), Andrenito Santos de Menezes, o Centro servirá de piloto para que os demais gestores possam abraçar a política de segurança alimentar e nutricional no enfrentamento da fome e da vulnerabilidade social causada pelas disparidades e igualdades sociais. “Só enfrentaremos a pobreza e a insegurança alimentar se nos somarmos”, finalizou.

 

Adrenito Santos, presidante do COMSEAN-SE

 

Presenças

 

Também estiveram presentes na cerimônia os vereadores Diego Prado, Rege do Rosa Maria e Vanderlan Correa, os secretários e servidores municipais, os usuários assistidos pelo CRESAN e público geral.

 

O Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional fica localizado na Praça Senhor dos Passos, nº 27, no Centro Histórico. O telefone para contato é (79) 99883-9918.

 

 

Fotos: Dani Santos