Prefeitura de São Cristóvão e UFS assinam novo termo de cooperação para ampliar as ações que beneficiam a comunidade sancristovense

10/11/2021 - 20:46 Atualizado há 6 horas



Na manhã dessa quarta-feira (10), o prefeito Marcos Santana e o reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Dr. Valter Joviniano, assinaram um novo Termo de Cooperação para promoção articulada de ações conjuntas de ensino, pesquisa e extensão. Durante a solenidade de assinatura, estavam presentes a chefe de gabinete da reitoria Alaíde Hermínia, a pró-reitora de extensão Sueli Maria, a professora do Departamento de Direito Karyna Sposato, além do vice-prefeito Paulo Júnior, do secretário de infraestrutura Júlio Júnior, e do secretário de planejamento, orçamento e gestão Josenito Oliveira.

 

O objetivo da parceria é aproveitar as potencialidades dos dois entes envolvidos dentro de suas atribuições na forma de cursos, estágios curriculares, aulas práticas, treinamentos, seminários, e visitas técnicas para fins educacionais e demais formas de democratização do conhecimento. As parcerias podem se dar em diversas áreas como cultura, turismo, esporte, saúde/medicina, arquitetura/infraestrutura/saneamento, tecnologia e direito, dentre outras.

 

 

O magnífico reitor disse que a Universidade está se organizando administrativamente para que as ações de interesse institucional possam ser acompanhadas e monitoradas.“É uma satisfação e uma alegria estar reafirmando com o município, que abriga a nossa sede, esse novo instrumento que nos dá condições de ampliar as nossas ações para além da graduação, promovendo atividades de extensão e de pesquisa que interajam proximamente com a comunidade de São Cristóvão. Isso promoverá uma aproximação institucional em benefício da comunidade do município”, disse Valter Joviniano.

 

Valter Joviniano, reitor

 

O prefeito Marcos Santana lembrou que no início de seu primeiro mandato não sentia que a Universidade estava tão aberta para o trabalho conjunto com o município, mas que esse sentimento mudou nos últimos anos. “Eu não me sinto mais dessa forma, reconheço que nesses cinco anos tudo mudou e que estamos trabalhando em cooperação. Quero que o que estamos fazendo hoje se incorpore para que não possa ser destruído porque a sociedade vai cobrar a manutenção. Temos alguns sonhos que dependem dessa parceria, como na área da saúde, por exemplo. Já temos bons frutos para comemorar e isso nos anima”, falou Marcos Santana.

 

A pró-reitora de extensão Sueli Maria, falou que a Universidade está preparada para que no início do próximo possa expandir o trabalho no município. Dentre os projetos que vem sendo discutidos estão o plano de negócios para as artesãs da Casa dos Saberes e Fazeres, a potencialização do escritório modelo de direito, a regularização fundiária dos terreiros.

 

Fotos: Dani Santos