Prefeito anuncia novos projetos estruturantes e assina Ordem de Serviço para a construção de nova Rodovia

13/09/2023 - 15:44 Atualizado há 2 dias



 

No próximo dia 18, a partir das 07h no auditório do Hotel Sesc, localizado na Avenida Santos Dumont, 737, no bairro Atalaia; a Prefeitura de São Cristóvão realizará um encontro para apresentações de projetos estruturantes já realizados no município, os que estão em andamento e os que estão sendo planejados. Além disso, o encontro terá o importante momento da assinatura de Ordem de Serviço para o início da obra da Rodovia Conselheiro Carlos Pinna de Assis, que interligará a Rodovia João Bebe Água ao KM 101 da BR 101, mais especificamente onde será instalado o Moinho de Trigo da fábrica Maratá. 

 

No encontro, intitulado como São Cristóvão 10+, serão apresentadas todas as iniciativas que foram realizadas desde o início da atual gestão, em 2017, que fizeram o município evoluir. E essa evolução está em estado de constância. O atual gestor, Marcos Santana, vem possibilitando à população local variadas oportunidades de crescimento social, econômico e melhorias na qualidade de vida através dos seus projetos de incentivo ao empreendedorismo, projetos de reformas residenciais, obras de revitalização por vários cantos da Cidade Mãe de Sergipe, entre outras iniciativas que corroboram com o avanço. 

 

E uma dessas iniciativas será a obra da nova Rodovia que receberá o nome de Conselheiro Carlos Pinna de Assis, em homenagem a uma personalidade de destaque na história do município. A obra em questão trará mais oportunidade de novos empregos para o público da cidade, além do aumento econômico significativo que beneficiará toda São Cristóvão, como afirma o prefeito Marcos Santana. 

 

“A obra tem como objetivo facilitar o tráfego dos motoristas que transitam pela região e ainda garantir melhores condições de acesso ao Distrito Industrial de São Cristóvão, local que representa um polo de desenvolvimento econômico e que visa gerar renda e empregos diretos à população do município. Sendo esta uma das contrapartidas estabelecidas em contrato com a Maratá”, disse.





 

Foto: Heitor Xavier