Semas garante serviço de abordagem social em ponto fixo e de forma itinerante durante o Fasc

04/12/2023 - 00:39 Atualizado há 5 horas



 

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) destaca seu compromisso contínuo com a segurança e bem-estar da comunidade. A equipe da secretaria garante o Serviço de Abordagem Social em local fixo e de forma itinerante, visando garantir proteção de crianças, adolescentes e mulheres, além de abordar possíveis casos de trabalho infantil. O serviço acontece nos 3 dias de Fasc, das 16h até às 22h. 

 

A iniciativa objetiva manter um olhar atento sobre possíveis casos de violência, com especial atenção para a proteção de crianças e adolescentes, bem como mulheres em situação de vulnerabilidade. A equipe da diretoria de Direitos Humanos está presente em ponto fixo, localizado no escritório de práticas jurídicas, ao lado da Caixa Econômica Federal; mas também há profissionais pelas ruas de maneira itinerante, como forma de redobrar a atenção e o cuidado. 

 

 

Equipe de plantão do domingo 

 

 

Segundo Sandra Sena, diretora de políticas públicas para a população LGBTQIAPN+ da Semas, informa que o espaço fixo é destinado à abordagem social no que se refere à criança, ao trabalho infantil, à violência contra as pessoas em situação de vulnerabilidade social, como é o caso de mulheres ou pessoas LGBTQIAPN+. “Esse é um espaço também para a gente direcionar as pessoas que porventura venham a sofrer qualquer tipo de violência. Se necessário, fazer um encaminhamento para essas pessoas irem para delegacia; se for caso de uma entrevista para saber a necessidade dessa pessoa, também nós faremos”. 

 

 

Sandra Sena, diretora de políticas públicas para a população LGBTQIAPN+ da Semas (Foto: Heitor Xavier)

 

 

A equipe que estará de plantão para dar suporte às pessoas é composta por advogados, assistentes sociais e pessoas da Assistência Social do município. Na abordagem social de forma itinerante, Sandra explica que será verificado crianças desacompanhadas de pais, possíveis crianças em situação de trabalho infantil, entre outras situações que caberá o direcionamento ao Conselho Tutelar. Os serviços  serão realizados das 16h às 22h durante os 3 dias de festival.

 

Carol Trindade, diretora de Proteção Social da Semas, compartilha a informação que, até o momento, não houve nenhum registro no Serviço da Abordagem Social. “Já estamos no nosso terceiro dia de Fasc, nosso festival já está nas suas últimas horas e não registramos nenhum caso de violência, de trabalho infantil e casos afins. Isso é interessante, pois comprova que o Festival de Artes é uma festa pacífica, tranquila e, uma festa de família e que as pessoas vêm realmente para se divertirem e viver a cultura e a arte”. 

 

 

Carol Trindade, diretor de Proteção Social da Semas (Foto: Heitor Xavier)


 

 

Outros serviços 

 

Além dos serviços de proteção, a equipe de Assistência Social realizou a exposição Sala do Ponto a Ponto, que é um espaço cultural sediado na Casa da Costura durante os 3 dias de festival. Nesse mesmo local, também acontece a exposição da coleção Moda in FASC. 

 

 

 

 

 

 

 

Para o sábado de festival, às 17h,  aconteceu  a performance artística itinerante em “Tapete Palco: Lei 11.340/2006 Maria da Penha e os tipos de Violência Doméstica” com Sara Sulovon. O ponto de saída será na Casa da Costura às 17h. 

 

E até este último dia da festa cultural, acontecerá o direcionamento de pessoas com deficiência e pessoas idosas para os camarotes da acessibilidade. 



Realização


O Festival de Artes de São Cristóvão é uma realização da Prefeitura, por meio da Fundação Municipal de Cultura e Turismo João Bebe Água (Fumctur), e do Governo Federal, através do Ministério da Cultura. O patrocínio fica por conta da Maratá, Orizon, Banco do Nordeste, Ecoparque Sergipe, Coca Cola, e Estrella Galicia. Além disso, tem o apoio da RR Conect, Vitória Transportes, SE -  Sistema Engenharia, Colortex, Proex e Celi. O evento também possui habilitação pela Lei Rouanet, uma Lei Federal de Incentivo à Cultura que concede isenção às empresas que patrocinam eventos culturais.






Fotos: Érica Xavier