Prefeitura de São Cristóvão marca presença na Expopesca 2022

18/10/2022 - 13:06 Atualizado há 7 horas



A Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho (SEMDET), participou na última semana da primeira edição da Expopesca. O evento que reuniu agentes da cadeia produtiva de pesca e aquicultura dos estados de Sergipe, Bahia e Alagoas, aconteceu entre os dias 13 a 15, no Iate Clube, em Aracaju.

 

“Esse é um evento que busca unir todo o setor pesqueiro para mostrarmos quais são nossos problemas, nossos gargalos e o que podemos fazer para avançar. Fizemos um evento híbrido, com palestras, stands, para que pudéssemos mostrar a cadeia produtiva da pesca e da aquicultura em Sergipe”, declarou o coordenador da Câmara Empresarial de Pesca e Aquicultura da Fecomércio, Humberto Eng, responsável pela organização do evento.

 

Coordenador da Câmara Empresarial de Pesca e Aquicultura da Fecomércio, Humberto Eng

 

O município de São Cristóvão disponibilizou um stand no evento, e durante os três dias levou alunos do Instituto Federal de Sergipe (IFS) e marisqueiras sancristovenses para assistirem as palestras com temas voltados para os segmentos da aquicultura e pesca. O coordenador de aquicultura e pesca da SEMDET, Weslley Félix, detalhou a importância da participação do município no evento.

 

“São Cristóvão é o terceiro maior produtor de camarão de Sergipe e também temos a força dos pescadores artesanais no município. Temos em torno de 800 marisqueiras no município e cerca de 1200 associados na Colônia Z2. É um número significativo, por isso a Prefeitura vem destacar esse setor econômico, que é promissor em nossa cidade”, apontou o coordenador.

 

Coordenador de aquicultura e pesca da SEMDET, Weslley Félix

 

Na oportunidade, um grupo com cerca de 30 marisqueiras sancristovenses tiveram a oportunidade de participar do evento. A representante das marisqueiras da Colônia Miranda,  Dulcineia Barreiro dos Santos, destacou a visita como mais uma oportunidade para obter conhecimento e sanar suas dúvidas a respeito dos temas que envolvem a pesca. “Essa é a primeira vez que venho para algo assim e foi maravilhoso. Consegui respostas para algumas perguntas que me fazia, sobre questão financeira, sobre até onde o pescador pode chegar e ser reconhecido”, ressaltou. 

 

Representante da Colônia Z2,  Dulcineia Barreiro dos Santos

 

Edileuza Araújo, marisqueira e moradora do povoado Rita Cacete também acredita que a visita à Expopesca contribuiu para o conhecimento dela e das colegas de profissão. “Essa é uma profissão que me ajuda a sustentar minha família, nosso sustento vem da maré. Acho maravilhoso a Prefeitura dar esse suporte para a gente ter mais conhecimento”, destacou. 

 


Edileuza Araújo, marisqueira e moradora do povoado Rita Cacete

 

 

Fotos: Dani Santos