Confira os novos artistas confirmados para o Festival de Artes de São Cristóvão

03/11/2022 - 16:51 Atualizado há 1 hora



Mais sete artistas foram confirmados nesta quinta-feira (03) como atrações musicais da 37ª edição do Festival de Artes de São Cristóvão (FASC). Isis Broken, Alex Sant'anna, Samba do Arnesto, Pardal MC, Nine Senses, Táia e SandyAlê, se juntam a outros grandes nomes da música sergipana, nacional e internacional que já foram anunciados. O evento acontece de 01 a 04 de dezembro na Cidade Mãe de Sergipe. 

 

Na última terça (01), foram anunciados os nomes dos seguintes artistas: Anne Carol, Mestre Madruguinha, DJ Augusto, Lari Lima, NGDK, Banda Manifestação e Flow Gonzaga.  Além deles, outros 14 artistas da música que também participaram do Credenciamento de Profissionais da Cultura organizado pela Prefeitura de São Cristóvão serão divulgados nos próximos dias. 

 

Eles se juntarão a outros grandes nomes do cenário da música que já estão confirmados, a exemplo de Diogo Nogueira, Emicida, MC Tha, Alceu Valença, BK, Larissa Luz e Academia da Berlinda. Nos próximos dias, também serão divulgados os artistas de outras áreas da cultura que marcarão presença na edição de 50 anos do FASC. A programação completa está prevista para ser divulgada na próxima quarta-feira (09). 

 

Conheça as atrações!



Isis Broken- Travesti, bruxa cangaceira, nordestina, neta de repentista e rapper, Isis teve seu projeto musical iniciado em 2018 com o lançamento do primeiro single "O Clã". Busca referências em cordéis e na cultura popular para se expressar através de composições que são ácidas, politizadas e transitam pelo rap, trap, repente, prosa e pop. Em 2019, foi ganhadora em uma das maiores premiações de videoclipe do país, o M-V-F, com “O Clã” concorrendo com grandes nomes do cenário brasileiro, como Criolo e Urias, na categoria “Melhor Figurino em Videoclipe Nacional”. Lançou recentemente seu primeiro álbum, o Bruxa Cangaceira que está sendo apresentado ao vivo sem seus shows.



Alex Sant'anna - Alex Sant’Anna nasceu em territórios de africanidade entre Bahia e Sergipe, artista nato, pois carrega na letra e música a herança ancestral de resistir através do corpo em demanda de existência coletiva. No show Encruzilhadas, um bailado negro afro diaspórico que tem a palavra como matéria-prima fundamental, Alex Sant ́Anna leva ao palco do FASC a cidade de Laranjeiras com seus Caboclinhos e Lambe-sujos, traz as batidas dos baiões de Luiz Gonzaga e das periferias do mundo, o moderno e a raiz entrelaçados. 



Samba do Arnesto - O Samba do Arnesto é um projeto fundado em 2012 pelos músicos Roque Sousa, Rafael Oliva e João Alberto com o objetivo de pesquisar e divulgar as raízes do samba brasileiro em Sergipe. Atualmente a banda é formada por Rafael Oliva (voz e violão), Roque Sousa (percussão e voz) João Alberto (percussão e voz), Lucas Matos - cavaco e Nonato Matos - bateria. A Samba do Arnesto procura experimentar como as antigas composições de samba seriam tocadas nos dias atuais. Fazem isso dando destaque ao improviso em show, valorizando o inesperado e as dinâmicas com o público. Tudo isso vem atraindo um público fiel e numeroso, que vai dos mais jovens aos mais velhos, mostrando o caráter atemporal do samba e promovendo esse encontro de gerações na plateia.

 

Pardal MC- Ligando ancestralidade e tecnologias contemporâneas, o trabalho de Pardal traz uma estética afro futurista onde coloca os valores e ensinamentos dos que vieram antes como grande referência, dando sentido a frase do título do álbum: "CHIQUE É SER PRETO".

 

Nine Senses - O Nine Senses nasceu em meados de novembro de 2012 e todos os integrantes são residentes da Cidade Mãe São Cristóvão. Crias do bairro Rosa Elze, o Nine vem sendo a engrenagem do movimento Hip Hop na zona oeste de Sergipe e em todo o estado. Com diversos trabalhos lançados em plataformas digitais, o grupo de rap está sempre em movimento nas ruas levando muita arte e informação para as praças através dos manifestos culturais independentes. O primeiro EP do grupo intitulado 'Um Novo Começo' foi lançado em dezembro de 2018 e encontra-se disponível no canal do grupo no Youtube. 



Táia - "Renasço" dá nome ao álbum visual e show da compositora e cantora sergipana Táia. Após 3 anos do seu primeiro trabalho lançado, Renasço conta o processo dessa re-descoberta enquanto multiartista e como o relacionar-se consigo e com outres atravessa isso. Em sua estreia no FASC, Táia traz Renasço com alguns arranjos novos e participação de metais e, ainda, passeia pelo passado 'atormentado' e brincando com o futuro presente com músicas inéditas. O show ainda contará com intérprete de libras.

 

SandyAlê - Sandyalê apresenta, em palco, a nova fase da sua carreira, a partir do recente EP Desapego (2021). Neste show, a artista mergulha no universo da Trilogia do Desapego, série de videoclipes idealizada junto ao diretor criativo Raymundo Calumby. Além das canções de Desapego, Sandyalê explora novas versões de seu trabalho anterior, o álbum Árvore Estranha (2019) e resgata interpretações originais de Um no Enxame (2014). Além de participações especiais, Sandyalê também apresentará um novo formato de banda, adicionando elementos percussivos às camadas de sintetizadores. Nesse novo formato, também será apresentada uma música inédita, abrindo caminhos para o seu terceiro disco, que será gravado em 2023.