Com um mês de funcionamento em novo espaço, Sala dos Saberes e Fazeres atrai visitantes e fortalece renda dos artesãos do município

14/09/2021 - 17:44 Atualizado há 13 horas



Inaugurado em agosto deste ano, o novo espaço da Sala dos Saberes e Fazeres de São Cristóvão tem sido um verdadeiro sucesso. Localizado na Praça São Francisco, coração da cidade, o prédio reúne tudo que está relacionado à arte do município, desde artesanato, moda, gastronomia até artes plásticas e decoração. A gestão do espaço é de responsabilidade da Prefeitura de São Cristóvão, através do trabalho da equipe da Fundação Municipal de Cultura e Turismo João Bebe-Água (Fumctur).

 

Desde a sua abertura, no dia 12 do último mês, o local tem atraído visitantes de diversas partes do Brasil, além de contribuir diretamente nas vendas dos artesãos e artesãs. De acordo com a coordenadora do local, Cláudia Oliveira Silva, mais de 700 pessoas de diferentes locais já passaram pela Sala dos Saberes e Fazeres. “Já tivemos aqui a presença de pessoas de várias cidades de Sergipe, pessoas do Rio de Janeiro, Brasília e até de Portugal já vieram conhecer o artesanato de São Cristóvão”, informou.

 

Coordenadora da sala dos Saberes e Fazeres, Cláudia Oliveira Silva

 

Segundo ela, neste período de um mês, as vendas superaram a expectativa da gestão e dos próprios artesãos. “Nós esperávamos um aumento no número de vendas, mas fomos surpreendidos. Superaram nossas expectativas, e isso para quem trabalha com artesanato é muito importante. Também estamos recebendo muitos elogios, todos estão amando o espaço e parabenizando”, declarou.

 

Ao todo são 35 artesãos e artesãs do município que vendem seus produtos em sistema de escala, onde cada um deles está no local ao menos duas vezes na semana.  Uma dessas artesãs é Claudice Moura, que realiza trabalhos com bordado temático, crochê e vagonite há 41 anos. Ela destacou as mudanças positivas que ocorreram com a inauguração do novo espaço para exposição e venda dos seus produtos.

 

Claudice Moura, artesã

 

“Antes nós não tínhamos tantas vendas, mas depois do dia 12 de agosto isso mudou muito. As vendas melhoraram, nossos produtos passaram a ser conhecidos por conta da divulgação, e o espaço também ficou melhor para colocar os produtos. Imaginei que as vendas permaneceriam como eram, mas agora elas estão ‘bombando’. Só tenho a agradecer a Deus e a Prefeitura”, afirmou a artesã.

 

Pela primeira vez visitando São Cristóvão, a professora de Sônia Regina da Silva, do Rio de Janeiro, elogiou a estrutura da Sala do Saberes e Fazeres e disse estar encantada com a Cidade Mãe de Sergipe. “A parte histórica da cidade me encanta muito, sou professora de Língua Portuguesa e apaixonada por história. A cidade é maravilhosa, estou encantada com tudo que estou conhecendo”, destacou.

 

Sônia Regina, professora 

 

Funcionamento

 

A Sala dos Saberes e Fazeres funciona nos seguintes dias e horários:

Terça a sexta: 09h às 17h;

Sextas e sábados: 09h às 21h;

Domingo: 09h às 18h;

Segunda: Fechada

 

Fotos: Dani Santos