Vigilância Ambiental faz vistoria em escolas do município para combate ao Aedes Aegypti

20/04/2022 - 18:27 Atualizado há 2 horas



 

Agentes de Combate a endemias da prefeitura de São Cristóvão fizeram vistorias ao longo dos últimos dias nas escolas municipais com o objetivo de verificar possíveis focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como Dengue, Zika e Chikungunya, além de averiguar se existem nas unidades condições ambientais propícias ao surgimento de animais peçonhentos.

 

 

“Com o retorno definitivo das aulas presenciais, o fluxo de professores, crianças e adolescentes nas unidades de ensino voltou a ser intenso. A Vigilância em Saúde do município vem então realizando durante todo mês de abril as inspeção as escolas”, explicou Elis Correia, coordenadora da Vigilância Ambiental.

 

Além de verificar as condições ambientais, os Agentes de Endemias eliminam e tratam possíveis focos, orientam a equipe escolar sobre medidas a serem tomadas para prevenção de agravos e realizam ação educativa com estudantes das escolas visitadas.

 

“Nossa meta é realizarmos a visita em todas as escolas municipais em abril, zona rural e urbana e iniciarmos as estaduais e privadas em maio do corrente ano. As ações vêm ocorrendo em parceria com a SEMED, que nos fornece a lista de escolas, com contatos e localidade para orientação de nossa equipe”, complementou a coordenadora.

 

 

 

 

 

A Vigilância Ambiental também observou que vem ocorrendo neste mês de abril um aumento no número de casos suspeitos e confirmados de arboviroses no município.  Ainda segundo a coordenadora Elis Correia, as ações realizadas colaboram como medida educativa para prevenção, pois dengue é prevenção.

 

“O principal criadouro do mosquito em nossa cidade são lavanderias, baldes e bacias dentro nas residências. Então estamos verificando se as Unidades de ensino também possuem focos e orientando estudantes e equipe sobre as medidas preventivas”, afirmou ela.

 

 

 

 

Foram inspecionadas um total de 16 escolas pelas equipes de combate ao Aedes aegypti, composta pelos agentes de combate as endemias da secretaria de Saúde do Município. Nesta quarta (20) foi inspecionada a escola Manoel Assunção no povoado Parque Santa Rita.

 

“Estamos passando em várias escolas fazendo um trabalho de combate à dengue e aqui está tudo correto. Verificamos e vimos que não há recipientes com água eiremos apenas sugerir a capinagem e limpeza da área externa. Esse trabalho é necessário para evitar que as crianças venham a ficar doentes e também a comunidade nas redondezas da escola”, afirmou Vanderley Gomes, agentes de combate as endemias.

 

 

 

Equipe de Agentes de Combate a Endemias

 

 

Fotos: Dani Santos