Vice-governadora Eliane Aquino entrega alimentos da campanha Solidarize-se em comunidades tradicionais de São Cristóvão

07/07/2021 - 16:10 Atualizado há 3 dias



Na manhã desta terça-feira (6), a vice-governadora do Estado Eliane Aquino fez uma visita ao prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, em seu gabinete, para falar do projeto Solidarize-se, antes de entregar os alimentos arrecadados em duas comunidades tradicionais do município, na Ilha Grande e no Tinharé. O Solidarize-se é desenvolvido pela Secretaria de Estada da Inclusão e Assistência Social e articulado pela vice-governadoria desde 2020 e já entregou quase 6.000 cestas básicas em 27 municípios sergipanos.

 


As entregas nos povoados foram acompanhadas pela diretora presidenta da Fundação de Cultura e Turismo João Bebe Água (FUNCTUR ), Paola Santana, pela secretária da assistência social e trabalho, Lucianne Rocha, pela própria vice-governadora e por integrantes da sua equipe.


O prefeito Marcos Santana se disse muito agradecido pela inclusão de São Cristóvão entre os municípios beneficiados. “Uma parte da população de São Cristóvão tem enfrentado um momento de insegurança financeira e alimentar, nós não temos medido esforços para garantir que tenha alimentos na mesa dessas pessoas. Enquanto não sairmos dessa pandemia esse número tende a aumentar, por isso todo reforço é bem vindo. Agradeço a vice-governadora por agraciar essas comunidades do município”, disse o prefeito.

 

Prefeito Marcos Santana e a vice-governadora Eliane Aquino


Na Ilha Grande a pequena comunidade recebeu a doação de 35 cestas básicas, já na comunidade do Tinharé foram entregues 50 cestas ao todo. Algumas comunidades tradicionais tem sua vulnerabilidade evidenciada, e de acordo com a referência técnica para Povos e Comunidades Tradicionais e População Negra da Seias, Iyá Sônia Oliveira, “a Solidarize-se atinge os municípios do interior de Sergipe e nós da SEIAS já temos realizado um trabalho junto com as comunidades tradicionais desse Estado. São comunidades que, mesmo em tempos não pandêmicos, estão sempre abaixo do índice da pobreza, e contam com Programas de Governo específicos. Então, esse olhar da Campanha para elas ainda permanece e reforça a necessidade de sempre estarmos aqui, trazendo serviços e levando a Campanha para onde as coisas não chegam com tanta facilidade”.

 


A vice-governadora Eliane Aquino ressaltou que a campanha não é do Governo, mas de Sergipe para os sergipanos. “Essa ação construída coletivamente tem feito a diferença na vida de muitas famílias, mas sabemos que os desafios e as necessidades ainda são imensos. Por isso, peço que as pessoas que puderem continuem ajudando. Ainda há muita gente enfrentando a fome em suas casas”, enfatizou a vice-governadora.

 

 

Fotos: Heitor Xavier e Danilo Franca