Vacinação contra Influenza encerra na próxima terça-feira (30)

26/06/2020 - 14:02 Atualizado há 3 dias



A 22º Campanha de Vacinação contra a Influenza termina na próxima terça-feira (30). É a última oportunidade para que as pessoas que pertencem a grupos prioritários possam ser imunizadas. Em São Cristóvão, a imunização ocorre em todas as Unidades de Saúde para todo o público alvo.

A gerente de imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Juscimara Cristina dos Santos, destaca a importância da vacinação. “A vacina é um método eficaz, seguro e além de proteger contra influenza, contribui para redução da ocorrência de doenças, complicações, internações e óbitos, promovendo uma proteção coletiva”, lembra a gerente.

 

A imunização é destinada para pessoas acima de 60 anos, trabalhadores da saúde, profissionais das forças de segurança e salvamento, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.


Além de funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, motorista e cobrador de transporte coletivo, portuários, povos indígenas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, pessoas com deficiência, gestantes, puérperas até 45 dias, adultos de 55 a 59 anos de idade e professores das escolas públicas e privadas.


Já foram imunizadas 23.236 pessoas. Destes, 17.308 são de grupos prioritários. A meta para ser alcançada em cada público prioritário é de 90%. Até 26 de junho, os grupos dos trabalhadores da saúde (109,86%), dos idosos (140,39%), das puérperas (92,68%), das crianças de 6 meses a menores de 2 anos (90,98%) e de 5 anos a menores de 6 anos (96,87%) ultrapassaram a porcentagem.


De acordo com a gerente de imunização, os grupos de gestantes, adultos de 55 a 59 e crianças 2 a 4 anos ainda não alcançaram a meta. “O alerta também vale para todas as pessoas que não foram vacinadas que procurem unidades mais próximas do município para realizar a vacinação.”


No público de gestantes foram vacinadas 60,52%, enquanto que, entre os adultos de 55 a 59 anos, a adesão foi de 65,48%. As crianças de 2 a 4 anos tiveram 55,03% de imunização.

 

Foto: Heitor Xavier