Superintendente executivo da educação estadual visita escola de São Cristóvão

13/08/2021 - 17:48 Atualizado há 9 horas



Uma visita de cortesia, para conhecer melhor o funcionamento da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Josinalva Santos da Silva, foi a razão da vindo do superintendente executivo da educação estadual, José Ricardo de Santana, à cidade de São Cristóvão, na tarde desta sexta-feira, 13. Recepcionado pela secretária municipal de educação, Quitéria de Barros e pelo diretor da EMEF, Eduardo César Santos, ele conferiu in loco como a escola saiu da nota 3,8 para 6,0 na última avaliação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).


A realidade é que São Cristóvão avançou no IDEB de forma geral, pontuando nota 5,0, porém, a EMEF Josinalva Santos da Silva contribuiu muito para isto acontecer, uma vez que os seus alunos, avaliados em 2019, tiveram um excelente resultado na avaliação (fizeram a nota da escola saltar de 3,8 para 6,0). Para conhecer como isto aconteceu, o superintendente executivo da educação de Sergipe conversou com a comitiva municipal e conferiu, através de documentos e relatos da administração da escola, como a nota do IDEB subiu consideravelmente.


“Estamos visitando São Cristóvão para conhecermos mais da experiência da EMEF Josinalva Santos da Silva, tanto no IDEB quanto no cotidiano dos alunos. Essa visita faz parte do apoio estadual aos municípios sergipanos, numa espécie de intercâmbio, uma via de mão-dupla, onde poderemos estender as boas práticas dessa escola para dentro da Rede Estadual de Ensino”, disse Ricardo.


A secretária municipal de educação, Quitéria de Barros, enalteceu a visita de José Ricardo dos Santos, e também reiterou o papel da EMEF Josinalva Santos da Silva no sistema educacional do município. “Trata-se de uma escola muito bem administrada pelo diretor Eduardo César Santos e sua equipe, que com simplicidade vem criando pontes com os alunos, pais e equipe. É uma gestão escolar que transforma com responsabilidade o cotidiano destas crianças. Sabemos que todos os profissionais que estão no ambiente escolar tornam-se educadores, e na EMEF Josinalva isto acontece de forma natural, com todo o acompanhamento que os alunos e a equipe de professores necessitam”, frisou Quitéria.


Segundo o diretor Eduardo César Santos, a explicação tanto para a nota do IDEB quanto para o alto nível educacional dos alunos é uma só: “pé no chão”. Ele disse que o acompanhamento diário de cada aluno, verificando possíveis faltas e desempenho escolar, faz parte do trabalho diário que os professores e a equipe administrativa têm dentro da escola


“Conhecemos nossos alunos e suas famílias, dialogamos com os pais e equipes constantemente, evitando distanciamentos. Agora na pandemia, por exemplo, não ficamos distantes. Cumprimos o Programa Travessia, acompanhando os alunos através da internet e ou imprimindo e entregando o conteúdo programático, até levando nas casas dos alunos, caso necessário. Esse trabalho já refletiu no retorno das aulas, onde pudemos confirmar que as maiorias dos nossos alunos conseguiram manter o nível educacional ao retornarem para as salas de aula. Cumprimos as diretrizes da secretária Quitéria de Barros e da equipe da Secretaria Municipal de Educação, e o resultado vem sendo muito satisfatório”, concluiu Eduardo.

Eduardo César Santos

 

José Ricardo de Santana

 

 

 

Fotos: Dani Santos.