Semed promove capacitação para educadores e cuidadores da rede municipal

30/09/2022 - 16:25 Atualizado há 21 horas



A Secretaria Municipal de Educação (Semed) promoveu na manhã desta sexta-feira (30) uma formação direcionada aos cuidadores e educadores das escolas municipais. A atividade é da Coordenação de Políticas Educacionais e para Diversidade da Semed e ocorreu no Paço Municipal.

 

De acordo com a coordenadora da Semed, Naryanne Pinheiro, a ação supre a necessidade de capacitar os profissionais da educação em relação às especificidades dos alunos. “O nosso objetivo é aprimorar o trabalho dos cuidadores e nós, enquanto Semed, de apoiar o trabalho deles. Essa formação é necessária para que um saiba tratar e lidar com cada aluno no seu dia a dia na escola”, explicou.

 

Naryanne Pinheiro, coordenadora de políticas educacionais e para diversidade da Semed

 

A discussões giraram em torno da importância da rotina na vida da pessoa com deficiência, ministrada pela professora Itamara Madureira (EMEF Araceles Correa), de brincadeiras inclusivas, organizadas pela professora do curso de educação física da UFS Roberta Kumakura, e uma roda de conversa sobre a realidade e a diversidade dos sujeitos em formação, facilitada pelo psicólogo da Semed, Reuber Rosendo.

 

 

A professora da Semed, Itamara Madureira, comenta que o intuito desse encontro é trazer para os cuidadores de forma clara aquilo que precisam desempenhar nas funções que lhe foram estabelecidas para cumprir em sala. “Com esse curso eles poderão ampliar a visão do seu olhar, e aqueles que ainda não estavam com uma visão focada de suas funções, irão aprender ou se reinventar dentro daquilo que eles precisam para atender essa demanda, que é cuidar e educar o aluno”, disse. 

 

Itamara Madureira, professora 

 

Para Roberta Kumakura, professora do curso de educação física da UFS, as brincadeiras inclusivas são importantes pois são uma forma de estimular o desenvolvimento da criança. “São brincadeiras que podem ser feitas com material reciclável como bolinha de papel higiênico, tampinha de garrafa, leite, suco, entre outros. São materiais acessíveis que auxiliarão na motricidade e no tônus muscular da criança, facilitando a concentração dentro da sala de aula”, comentou.

 

Roberta Kumakura, professora do curso de educação física da UFS

 

O psicólogo da Semed, Reuber Rosendo, ressaltou a importância dessas formações para sensibilizar o olhar dos cuidadores para entender o que causam, as principais causas e sintomas que apresentam os transtornos de aprendizagem ou psíquicos em crianças, além de formas de intervenção. “Eles entendendo isso e os traços das crianças ajudará no encaminhamento para um melhor diagnóstico", acrescentou.

 

Reuber Rosendo, psicólogo

 

Opinião dos profissionais

 

Clesiane Santos, cuidadora da EMEF Manuel Assunção, contou que é a primeira vez que participa de uma formação e adiantou que aprendeu muitas coisas. “Foi importante porque são coisas que eu via na escola e que vão me ajudar bastante. É nesse momento que nós aprendemos com as crianças, então a cada dia nós temos que buscar aprender mais para passar para eles”, concluiu.

 

Cleisiane Santos, cuidadora

 

Deisiane de Jesus é cuidadora, acompanha os alunos da EMEF Gina Franco há cerca de 1 mês e contou como é a experiência no Atendimento Educacional Especializado (AEE). “Está sendo minha primeira experiência e eu estou gostando. Às vezes é desafiador porque alguns alunos têm mais dificuldades que outros, mas com amor e paciência a gente consegue pois é o que eles precisam. Eu já fui orientada pela equipe da Semed e quando soube dessa formação eu achei bem legal porque eu me especializo mais, então foi bem bacana”, finalizou.

 

Deiseane de Jesus, cuidadora

 

Fotos: Heitor Xavier