Semed promove a Prova Decolando para os anos iniciais como forma de avaliação dos conteúdos passados no primeiro bimestre

10/05/2024 - 21:00 Atualizado há 5 horas



Nesta semana, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) promoveu as avaliações intituladas “Prova Decolando” para os alunos dos 2º, 4º e 5º anos das escolas da Rede Municipal de Ensino. Esta iniciativa integra o plano de ação da Semed, que tem como principal objetivo o diagnóstico e acompanhamento de ensino-aprendizagem, buscando constantemente, aprimorar a qualidade da educação no município. 

 

 

 

O Programa Educa Mais São Cristóvão, promovido pela Prefeitura, tem se destacado como um dos principais impulsionadores da transformação educacional na região. Uma de suas iniciativas é o investimento em material didático que abrange os campos da Língua Portuguesa e Matemática e inclui cadernos específicos para o desenvolvimento da fluência e orientações direcionadas aos professores. Essa abordagem tem contribuído na melhoria do cenário educacional local, gerando impactos positivos em toda a comunidade escolar.

 

 

 

 

Durante o ano letivo, os alunos da rede municipal recebem quatro materiais didáticos. Como parte do processo avaliativo, os estudantes realizam uma prova ao final de cada material, com o objetivo de avaliar a consolidação de seu aprendizado. De acordo com a secretária da Educação do município, Deise Barroso, esse é um trabalho conduzido com seriedade. Os resultados têm sido notáveis, além de promover uma maior organização entre os gestores escolares.

 

 

Deise Barroso, secretária da Educação

 

 

“Chamamos essa avaliação de Provinha Foguetinho, mas como esta é a primeira, referente ao primeiro bimestre, a gente chama de Provinha Decolando, pois é a que vai avaliar as competências e habilidades trabalhadas no primeiro bimestre se vão se consolidar. A partir do resultado dessa prova, vamos avaliar maneiras de intervenções, que são feitas através de reuniões com professores, com equipe gestora, com a finalidade de tratar aquilo que não foi consolidado nesse primeiro momento, ou também através de reforço feito com os próprios alunos”, explica Deise. 

 

A gestora da EMEF Pedro Amado, Clarissa Bezerra, elogia a parceria entre a Prefeitura e o Centro Lemann, que trouxe novas formas de ensino através das formações com os professores, coordenadores e diretores, possibilitando que toda equipe educativa do município se torne cada dia mais preparada e organizada. 

 

 

Clarissa Bezerra, gestora da EMEF Pedro Amado

 

 

“Essa prova tem o grande objetivo de perceber se as habilidades dos cadernos do Educa Mais do período foram consolidadas, e isso ajuda a equipe a replanejar, caso necessário, ou avançar com as metodologias e os assuntos. Com isso, os professores fazem de tudo para que o aluno aprenda de verdade, que se abram sobre suas dificuldades, para que o professor entenda, se reajuste e consiga passar o conhecimento da melhor forma para o aluno, isso através dos reforços que acontecem nas escolas. Os resultados das provas são mensurados de forma específica, real e individual, o que nos ajuda significativamente”, destaca Clarissa.

 

Francisco dos Santos, professor do 5 ano da EMEF Pedro Amado, partilha do mesmo olhar que a gestora da escola e afirma que essa ação desenvolvida pela Semed faz toda diferença no aprendizado. “Depois dessa prova vamos para o caderno 2, mas, também, dando continuidade naqueles assuntos que restaram alguma dificuldade nesse primeiro momento, para que os alunos entendam bem todos os assuntos, pois o momento de ter dúvida é agora, com os colegas juntos dentro da sala de aula, e quando chegar lá na prova externa, saberem responder com clareza e certeza”. 

 

 

Francisco dos Santos, professor do 5 ano da EMEF Pedro Amado

 

 

Alunos 

 

Após a realização das avaliações, os alunos do 2º e 5º da EMEF Pedro Amado contam que as provas foram muito boas e que esperam notas máximas. 

 

“Eu gosto muito de estudar, achei a prova muito boa, acredito que fui muito bem, que vou tirar 10. Os meus professores me ensinam muito bem, e essa prova é justamente para eles terem a certeza disso, de que nos ensinou bem e que conseguimos aprender direitinho”, conta Ageu Gomes, estudante do 2º ano. 

 

 

Ageu Gomes

 

 

“Achei a prova muito boa, consegui responder todas as questões, a professora é legal com todos nós e acredito que vou tirar uma boa nota”, confia Abner Pereira, também aluno do 2º ano. 

 

 

Abner Pereira

 

 

“Eu gostei muito da prova, algumas questões eu achei muito fácil e outras mais difícil, mas mesmo sendo difíceis, consegui responder e acredito que vou ter um bom resultado. Os professores ensinam muito bem, as avaliações são importantes para os professores avaliarem a gente, e a gente também saber das nossas capacidades. Quando a gente for avançando os anos, vamos aprender mais rápido os novos assuntos e ter menos dificuldades”, diz Isabelle Vitória, aluna do 5º ano. 

 

 

Isabelle Vitória


Fotos: Heitor Xavier