Semap: projeto “São Cristóvão Verde” chega às escolas do município

06/11/2021 - 19:45 Atualizado há 1 dia



Com o intuito de fortalecer a política de reflorestamento no município, a Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca (Semap), está ampliando o programa “São Cristóvão Verde”. Na manhã desta sexta-feira (05), as equipes realizaram o plantio de árvores na EMEF Maria de Lourdes Gomes, no bairro Tijuquinha, e orientaram os alunos sobre a importância da preservação ambiental.

 

Esta foi a primeira escola do município a receber o programa, onde foram plantadas as mudas de craibeira, ipê, jacarandá e bela-sombra. De acordo com o coordenador de agricultura e pesca da Semap, Anderson Cardoso, a intenção é levar a iniciativa para todas as instituições de ensino que possuam espaços disponíveis para receber as mudas.

 

Anderson Cardoso, coordenador da Semap

 

“Nosso objetivo é reforçar junto aos educadores a importância de se ter espaços arborizados, para inserir os alunos na temática do reflorestamento das áreas do nosso município, e preservar o meio ambiente. No projeto ‘São Cristóvão Verde’ também iremos incluir o plantio de hortas nas escolas e nas comunidades”, detalhou o coordenador.

 

Maria de Fátima, diretora

 

A diretora da EMEF Maria de Lourdes Gomes, Maria de Fátima, falou sobre os benefícios que a atividade trouxe para os alunos que estão matriculados e também para os que futuramente irão estudar na instituição. “Com a plantação dessas árvores, no futuro nós poderemos trazer nossas crianças para fazer as atividades fora da sala de aula. Isso para escola e para a natureza é muito importante”, avaliou.

 

Any Caroline, coordenadora

 

Já Any Caroline Paixão, que é coordenadora pedagógica da escola, acredita que com a atividade os alunos puderam aprender a importância da preservação do meio ambiente. “Com esse contato com as árvores, as crianças podem entender, aprender e cuidar dessas plantas. Quando elas começam a ser incentivadas desde cedo a isso, elas aprenderão a proteger o ambiente em que vivem e que dependem”, destacou.

 

Andrea Luiza, aluna

 

Aluna do 5º ano, Andrea Luiza Ramos já entende a necessidade de cuidar do meio ambiente para o futuro da sua geração e das próximas que virão. “Gostei muito de plantar e foi gratificante ver todas as crianças se unindo para fazer isso. Prometo cuidar dessas plantas. Devemos cuidar da natureza para quando a gente crescer a gente possa ter um futuro melhor”, afirmou a aluna de 12 anos.

 

 

Fotos: Dani Santos