Secretarias de Saúde, Infraestrutura e prefeitura de São Cristóvão realizam visita técnica em reformas das UBS

22/03/2023 - 18:44 Atualizado há 6 dias



Nos últimos anos, as unidades de saúde de São Cristóvão têm passado por uma série de melhorias para maior eficácia e conforto no atendimento dos usuários. As mais recentes ampliações em andamento são da Unidade de Urgência 24h, localizada no conjunto Eduardo Gomes, e a UBS Massoud Jalali, no Rosa Elze. Nesta terça-feira, 21, as secretarias de Saúde e Infraestrutura e a prefeitura municipal fizeram uma visita técnica para analisar o andamento das obras e compreender as demandas de seus usuários.

 

Fernanda Santana, secretária de Saúde do município, acredita que entrar em contato com as unidades é um fator de extrema importância: “Observamos que as obras estão em um andamento interessante, mas também observamos outros aspectos, além de entrar em contato com o usuário. Para mim, é muito importante ouvi-los e observar como eles estão sendo acolhidos e quais são as suas necessidades, para além do acompanhamento das obras, que é nossa obrigação.”

 

Fernanda Santana, Secretária de Saúde de São Cristóvão

 

O prefeito Marcos Santana afirma que, para além do olhar técnico para a engenharia da obra, a visita também teve o intuito de analisar o funcionamento dos postos. “O essencial aqui é a assistência à saúde, por isso queremos saber como estão as pessoas e qual é a relação delas com nossas equipes. Saímos daqui razoavelmente satisfeitos”, afirma, não obstante a compreensão das dificuldades de funcionamento em meio a ampliação das unidades.

 

Marcos Santana, prefeito de São Cristóvão

 

Unidade de Urgência 24h

 

A ampliação da unidade de urgência foi realizada em busca do pleiteio pela habilitação do local como Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Uma semana antes da entrega, diretores e coordenadoras da Secretaria Municipal de Saúde fizeram uma visita avaliativa ao local.

 

 

Segundo Mayra Oliveira, diretora do Departamento de Planejamento do SUS, isso implica passar por requisitos em relação à estrutura e ambiência. “O objetivo da nossa visita é ver como está o andamento da obra, e também avaliar a parte já existente para que se façam as adequações necessárias para a entrega da ampliação”, explica Mayra.

 

Mayra Oliveira, diretora do Departamento de Planejamento do SUS

 

A nova estrutura engloba áreas administrativas, como almoxarifado, Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF), sala de equipamentos, dormitório e sala administrativa, que fazem parte da primeira etapa de ampliação. A captação de recursos para a obra foi feita através de uma emenda parlamentar assinada pelo deputado estadual Fábio Reis. 

 

Tatiane Fraga, gerente da Unidade de Atendimento 24h de São Cristóvão, conta que as modificações realizadas melhorarão os fluxos e o atendimento para a população: “No momento, temos uma unidade que tem uma observação, uma unidade de estabilização, que é a unidade vermelha, onde atendemos pacientes críticos e pacientes de urgência e emergência. Essa ampliação vai nos ajudar justamente com a atender um público maior e com mais conforto aos pacientes”.

 

Tatiane Fraga, gerente da Unidade de Atendimento 24h de São Cristóvão

 

A engenheira responsável pela obra Raíssa Silveira conta que foram feiras oito salas e analisa que cerca de setenta por cento dos ajustes já foram concluídos. “Agora entramos em reta final para entregar a Unidade para a população, readequada para ser uma nova UPA. Hoje mostramos o andamento da obra em si, desde os principais pontos da infraestrutura até os acabamentos”, pontua.

 

Raíssa Silveira, engenheira responsável pela obra da Unidade de Atendimento 24h

 

Com a inauguração de novas salas administrativas, a Unidade de Urgência 24h passará a ter uma sala de isolamento para casos de doenças respiratórias, o que hoje é uma demanda para o local. Todavia, o modelo ideal de UPA será alcançado com outras duas etapas de ampliação, que já estão previstas para acontecer. A Coordenadora da Rede de Atenção às Urgências, Simone Barreto, explica as principais diferenças ao alcançar o status de UPA: “Hoje, a urgência é mantida com recursos próprios do município. Habilitando a UPA, nós vamos finalmente ter financiamento do governo”. 

 

Simone Barreto, Coordenadora da Rede de Atenção às Urgências

 

UBS Massoud Jalali

 

A reforma da UBS Massoud Jalali consiste na ampliação da recepção, criação de uma nova farmácia, sala de procedimentos, sala de vacinas, e um espaço para administração. A obra foi iniciada em janeiro e tem previsão de término para o mês de maio.

 

Julio Júnior, secretário da Infraestrutura, ressalta que, apesar de ser uma obra da Secretaria da Saúde, a Secretaria de Infraestrutura também coloca seu corpo técnico à disposição: “Temos uma equipe com expertise nesse tipo de atividade e, como essa é uma gestão colaborativa, estamos à disposição para prestar esse serviço enquanto a Saúde direciona seu público de investimentos e preocupações a áreas também importantes”.

 

Julio Júnior, Secretário de Infraestrutura

 

Já Simone Melo, gerente da UBS, e espera que a população tenha um espaço mais amplo e com mais conforto depois da obra. “O que me deixa feliz é que a gente não teve que parar nenhum tipo de atendimento sem continuar com o fluxo”, conta.

 

Simone Melo, gerente da UBS Jassoud Malali

 

 

Fotos: Dani Santos e Heitor Xavier