Secretaria de saúde realiza acolhimento de novos médicos para rede de atenção de São Cristóvão

12/05/2022 - 15:51 Atualizado há 1 dia



 

Está sendo realizado nesta semana o acolhimento pedagógico dos novos médicos que farão parte da rede de saúde de São Cristóvão. O acolhimento serve para receber os novos profissionais e apresentar as diretrizes, fluxos e a rede de atenção do município. Foram acolhidos 24 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares administrativos, que conheceram a rede de atenção de São Cristóvão em um evento que está sendo realizado nos dias 11, 12 e 13 no Centro Universitário Unirb .

 

 

 

“O encontro serve para que possamos definir fluxogramas, e para que esses novos profissionais cheguem às Unidades de Saúde conhecendo o território e a proposta das ações de saúde do município. Assim, buscamos que cada paciente seja bem atendido e que a assistência seja sempre qualificada”, explicou Juliana Silveira, Assessora da diretoria de vigilância e atenção à saúde de São Cristóvão.

 

Juliana Silveira, Assessora da diretoria de vigilância e atenção à saúde de São Cristóvão

 

 

“Temos profissionais que chegam de outras realidades, de outros estados, outros municípios, e trazer eles para a realidade de São Cristóvão facilita a qualidade da assistência prestada pois eles são acolhidos também para conhecer  o que São Cristóvão oferta e melhorar os encaminhamentos de cada profissional”, afirmou Juliana.

 

 

“Vim de Aracaju e estou achando aqui muito bem organizado. A gente sempre fica muito perdido quando começamos a trabalhar, porque as vezes a nossa formação é um pouco arcaica em alguns sentidos, principalmente em relação à apresentação do SUS e como ele funciona e é muito bom antes de começar sermos apresentados a essa realidade para saber os fluxos do local”, afirmou Victoria Palma, médica.

 

 

 

 

“Atuo na rede há pouco mais de um mês e acho muito importante ter esse contato com a gestão para entender os fluxos do município e para dar alguns direcionamentos, pois estamos sempre diante de situações onde precisamos ter um apoio institucional maior. Acredito que isso é de fundamental importância até para facilitar nosso trabalho, além de relembrar os princípios e diretrizes do SUS”, afirmou Murilo Teixera, médico.

 

 

 

Fotos: Heitor Xavier