Secretaria de Saúde qualifica agentes de endemias para atuarem nas ações da Vigilância Sanitária

15/12/2020 - 15:11 Atualizado há 1 hora



Visando intensificar a fiscalização sanitária para combater a pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está realizando o acolhimento pedagógico aos agentes de endemias. Durante três dias, os agentes estão recebendo as devidas orientações para que, juntamente com a equipe de Vigilância Sanitária, atuem estrategicamente nas ações de prevenção da população.

 

De acordo com Solano Figueiredo, Coordenador da Educação Permanente, o que está sendo realizado é uma iniciação com os conceitos teóricos, e após isso terá também uma experiência prática para os agentes. “Em termos de educação permanente e qualificação profissional esse momento é de acolhimento no ambiente de trabalho em que eles estarão iniciando um novo fazer. Estamos realizando a capacitação com os elementos teóricos, e finalizaremos com uma vivência prática na feira livre”, explicou o coordenador.

 

Ainda segundo Solano, os agentes serão fundamentais na participação de ações de promoção da saúde e prevenção da vida.

 

 

Para a agente Greice Lima, que também é técnica de enfermagem, o acolhimento pedagógico está sendo muito bem aproveitado. "Neste momento está sendo passado para nós um direcionamento e os dados atuais da covid-19 no município. Eu espero poder atuar na comunidade de uma forma que possa levar a informação sobre a prevenção, trazendo benefícios para todos”, expressou a agente.

 

 

Fábio Assunção de Andrade, que também vai reforçar a fiscalização com as equipes da Vigilância Sanitária, também falou um pouco sobre o que está sendo passado para eles. “Primeiro foi apresentado dados do município e do estado, e agora vamos iniciar a segunda etapa, onde veremos os protocolos de como deveremos agir”, disse Fábio.

 

 

“O nosso município é muito grande, e esse suporte chega para ampliar a nossa equipe, e termos um maior alcance nas nossas ações”, declarou Cátia Patrícia, Coordenadora da Vigilância Sanitária, que enxerga a junção das equipes como uma forma de melhorar a atuação das equipes.

 

Fotos: Heitor Xavier