Secretaria de educação se reúne com Sintese para avaliar finalização do ano letivo de 2020

20/11/2020 - 18:05 Atualizado há 7 horas



A secretaria de educação de São Cristóvão se reuniu hoje (20) com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe (Sintese) para avaliar as medidas a serem tomadas para a conclusão do ano letivo de 2020 da rede municipal de educação.

 

A reunião contou com a presença de Benizário Júnior e Manuela Pereira, Diretores de Bases Municipais do Sintese e de representantes da secretaria de saúde do município. Ambos participaram da discussão em torno das adequações que estão sendo tomadas no universo das escolas a partir das orientações do Protocolo de Saúde desenvolvido pelo comitê de operações de emergência para enfretamento à covid-19 (COE) do município.  

 

Entre as ações discutidas na reunião estão a testagem para covid-19 dos professores e colaboradores e a implementação de plantões pedagógicos para estudos individualizados aos alunos da rede. Segundo o Gerente de Epidemiologia e Informação em Saúde e integrante do Centro Municipal de Operações de Emergências em Saúde Pública de São Cristóvão, José Marcos Santos, São Cristóvão está nas últimas semanas em uma situação de estabilidade  e de incidência controlada da pandemia. “Isso é muito positivo. Estamos com apenas 1,8% dos casos ativos do total de casos, ou seja, de 2400 casos confirmados, cerca de 42 dos casos estão ativos no município”, afirma.

 

Reunião entre secretaria de saúde e secretaria de educação de São Cristóvão e Sintese - SE

 

 “Estamos em uma situação confortável no sentido do controle da pandemia, mas isso não quer dizer que vai permanecer dessa forma. É uma vigilância e vamos continuar acompanhando a situação, adotando todas as medidas que já estamos fazendo desde o início, como testagem, rastreio, etc. Estaremos sempre em contato com a secretaria de educação para divulgar as alterações e concordamos, então, com um retomada presencial gradual pois a situação epidemiológica do município permite esse retorno”, explica.

 

Segundo Benizário Júnior, o diálogo entre secretaria de educação e sindicato é fundamental. “Vemos com bons olhos a forma como a secretaria e a prefeitura de São Cristóvão mantém o diálogo constante com o sindicato e a categoria, apresentando de forma clara as propostas para a volta às aulas presenciais, ainda que não com todos os alunos, mas com planejamento”, afirma ele. “Temos ainda questões a serem superadas, mas já vemos a boa vontade da secretaria e da prefeitura de minimizar o quanto antes e o máximo possível os prejuízos gerados pela pandemia”, reforça. 

 

As aulas em São Cristóvão foram suspensas em 18 de março de 2020 e desde então os estudantes contaram com o funcionamento do Projeto Travessias, que estabeleceu o desenvolvimento pedagógico por meio de atividades não presenciais, de forma on line através do ensino remoto.

 

Fotos: Dani Santos