São João da Tradição chegou ao fim com sucesso de público e sem graves ocorrências

18/07/2022 - 17:59 Atualizado há 22 horas



Após dois anos de pausa devido à pandemia da Covid 19, a Prefeitura de São Cristóvão, através da Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Fumctur), pode comemorar os festejos juninos em grande estilo, com o São João da Tradição. Foram dois dias de festa e chegou ao fim no último sábado (16) com a participação da quadrilha Meu Xodó, além dos artistas regionais e nacionais, que embalaram cerca de 10 mil pessoas na praça comercial do Eduardo Gomes.

 

Para o prefeito, Marcos Santana, o saldo positivo da festa foi o somatório da alegria com a segurança ostensiva por todos os cantos da praça, inclusive no entorno. “O São João da Tradição foi pensado em cada detalhe, mas ainda assim posso dizer que superou as nossas expectativas em todos os sentidos, na animação, na organização e, sobretudo, na segurança, algo que repercutiu de forma positiva nas redes sociais. Todas as equipes de segurança trabalharam muito bem na parte interna e no entorno da festa e isso me faz acreditar que esse evento deve continuar nos próximos anos da nossa gestão”, explicou.

 

Paola Santana, presidenta da Fumctur, parabenizou a população e agradeceu por terem comparecido e curtido com respeito e organização. “Estamos super satisfeitos com o evento, as duas noites foram muito tranquilas, sem intercorrências, fato que mostra o resultado da nossa maior preocupação, que era a segurança de todos. O evento contou com a programação dentro do horário determinado, respeitando assim o público que veio até aqui. Todos do Eduardo Gomes estão de parabéns por terem comparecido, abraçado o evento e curtido junto”, enfatizou.

 

Augusto Cesar de Oliveira, tenente coronel e comandante da Companhia Independente da Polícia Militar, disse que “durante alguns dias a polícia militar se reuniu com a gestão para traçar algumas diretrizes referentes ao serviço de segurança preventiva e ostensiva. Discutimos sobre segurança privada, bombeiros civis, vigilância sanitária e toda a estrutura para acolher o povo da melhor forma. Isso refletiu no aspecto positivo para quem estava presente, pois a festa ocorreu sem problemas”, pontuou.  

 

A população em festa

 

Alessandra Leite, administradora, veio de Maceió e aproveitou a viagem para conhecer a cidade e a festa.  “Agora eu retorno para a minha terra ainda mais encantada com São Cristóvão, por conta da arquitetura, da beleza e agora por causa dessa festa, que foi muito bem estruturada, com a presença de artistas que eu admiro, além do mais importante, a segurança. Desde a entrada eu já me senti tranquila devido à revista com detector de metais. A gestão está de parabéns e eu estou muito feliz por ter colocado São Cristóvão em meu roteiro de viagem”, destacou.

 

Alberto Souza de Jesus, aposentado, estava no camarote da acessibilidade por utilizar cadeira de rodas. Ele achou a iniciativa válida para garantir inclusão durante o evento. “Esse camarote é importante para que mais pessoas se sintam incluídas nessas oportunidades. Pensando na acessibilidade, a gestão nos proporciona curtir a festa com conforto, segurança e o principal, demonstrando respeito por todos”, afirmou.

 

Atrações               

 

A abertura do último dia de festa ficou por conta da banda Xotebaião, que aos poucos viu a praça sendo totalmente ocupada por moradores e visitantes. Logo na sequência o público vibrou com as toadas do cantor Danielzinho, Kaceteiro do Forró, que antecedeu outra atração tão aguardada por todos: a banda Baby Som, que trouxe do Ceará um repertório que representou um misto de nostalgia e diversão. Ainda com a praça lotada e o público cheio de energia, o evento finalizou com a banda Fogo na Saia.

 

Fotos: Dani Santos