São Cristóvão inicia os preparativos para a confecção dos Tapetes de Corpus Christi

09/06/2022 - 13:27 Atualizado há 3 dias



No dia 16 deste mês, a comunidade católica comemora a solenidade de Corpus Christi, festa que celebra o sacramento do sangue e corpo de Jesus Cristo. Em São Cristóvão, além da procissão e da missa, a Fundação Municipal de Cultura e Turismo João Bebe Água (Fumctur) trabalha em conjunto com a equipe organizadora do evento, igreja e voluntários, para manter viva a tradição secular da confecção dos tapetes que forram nove ruas do Centro Histórico para dar passagem ao Santíssimo, que é reverenciado pelos fieis.

 

Para Paola Santana, presidenta da Fumctur, o Dia de Corpus Christi é considerado um dos eventos de grande importância no calendário da cidade, pois desde o início da gestão houve a preocupação em manter vivas algumas tradições. “São Cristóvão tem um perfil de tradição religiosa e essa celebração não teria como ficar de fora. Através de um convênio com a arquidiocese conseguimos realizar parcerias para esses eventos maiores, a exemplo da romaria de Senhor dos Passos e o dia de São Cristóvão, que é o padroeiro dos motoristas”, explicou.

 

Paola Santana, presidenta da Fumctur

 

Serão 1200m de tapetes, confeccionados com derivados de madeira inutilizável, como maravalha e pó de serra, além do sal grosso, pó de café, cascos de sururu e massunim, anilinas e pó xadrez. Todos os tapetes serão ilustrados com vários símbolos que representam temas importantes e urgentes na sociedade, como sustentabilidade, energias renováveis, educação, meio ambiente, redução das desigualdades, além do símbolo da Unesco e dos desenhos, que vão ocorrendo de acordo com a criatividade dos colaboradores.

 

Tapete à frente da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos / Foto: Márcio Gracez

 

Rua do Rosário / Foto: Márcio Gracez

 

No entanto, para que o evento seja concretizado é preciso que os tapetes estejam prontos até às 14h, antes da missa. De acordo com Vânia Correia, coordenadora do Museu de Arte Sacra, “vamos iniciar a produção dos tapetes no dia 16 às 5h da manhã e aguardamos todos os que se interessarem em fazer parte dessa história. O ponto de encontro será na porta da Igreja Nossa Senhora da Vitória. Vamos dividir os colaboradores em grupos e encaixá-los nas ruas para acelerar o processo de produção. Não existe um limite de voluntários, por isso contamos com a participação de todos, inclusive transeuntes e turistas”, salientou.

 

Vânia Correia, coordenadora do Museu de Arte Sacra

 

A missa será realizada às 15h no Largo da Matriz e ao finalizar a celebração os fieis seguirão em procissão pelas ruas onde estarão os tapetes. Na ordem, os locais por onde o Santíssimo e os fieis passarão são: Rua Tobias Barreto, Praça do Carmo, Rua Messias Prado, Leão Magno, Almirante Amintas Jorge, Largo do Rosário, Rua do Rosário, Rua Coronel Erundino Prado, Praça São Francisco, Ivo do Prado e por fim o retorno à Praça da matriz para a finalizar da celebração religiosa.

 

Vânia ressalta que a procissão de Corpus Christi é considerada a mais importante para a igreja católica. Por isso “é imprescindível sair de casa não apenas para apreciar a beleza e a simbologia retratada nos tapetes, mas para acompanhar a celebração da missa. Trata-se de uma reverência ao mais importante representante de Deus, que é Jesus Cristo, sendo celebrado em uma manifestação popular que se mantém firme, ultrapassando gerações”, reforçou.

 

 

Fotos: Heitor Xavier e Dani Santos

Foto de capa: Márcio Garcez