São Cristóvão entrega mais de 8.650 cestas básicas e cerca de 3.200 kits de alimentação escolar

16/06/2020 - 17:42 Atualizado há 5 horas



A Prefeitura de São Cristóvão vem garantindo a alimentação de milhares de sancristovenses através da entrega de cestas básicas às famílias que estão em situação de vulnerabilidade no município. Assim, nas últimas semanas, a gestão já entregou 8.668 cestas básicas, além de 3.278 kits de alimentação escolar aos pais de alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino.

 

A ação faz parte da política de assistência social do município, que visa manter as condições básicas de alimentação da população.

A estimativa é que a prefeitura entregue 30 mil cestas básicas, durante os meses da pandemia causada pelo coronavírus. Os mantimentos são adquiridos com recursos do próprio município. Já os kits de alimentação escolar, entregues de acordo com a quantidade de crianças matriculadas na escola, são provenientes do Programa de Alimentação Escolar de São Cristóvão. Neste caso são recursos municipais e investimento suplementar do Governo Federal (o equivalente a R$ 0,36 per capita aluno/dia).

Marcos Santana

 

O prefeito Marcos Santana pontuou que as entregas das cestas e dos kits escolares vão beneficiar tanto os alunos quanto seus familiares.


O prefeito enalteceu o trabalho dos servidores envolvidos na entrega dos mantimentos. “Serão cerca de 30 mil cestas para toda a população, beneficiando também nossos 7680 alunos da Rede Municipal de Ensino. Ao todo serão aportados R$ 1,6 milhão nessas ações", pontuou o Marcos Santana.


O prefeito resaltou que as doações visam diminuir o sofrimento das pessoas, incluindo na lista os cidadãos que não estão acessando a política de transferência de recurso do Governo Federal, ambulantes e comerciantes, que não estão trabalhando neste momento. "As pessoas estão sendo atendidas gradativamente, e estamos felizes com o trabalho que vem sendo realizado pelas equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho e da Secretaria Municipal de Educação. Reafirmamos a nossa disposição em atender as necessidades do nosso povo”, disse o prefeito Marcos Santana.

 

Segundo Marleide de Jesus, integrante da equipe de trabalho das cestas básicas, as mais recentes entregas estão acontecendo, ainda, com mais organização, através de senhas e chamamento dos contemplados de acordo com a primeira letra do nome. Ela lembra que "dividimos em blocos, através da primeira letra do nome dos pais e responsáveis e assim organizamos o fluxo de entrega das cestas e kits. Não podemos expor ninguém ao risco de contrair o vírus. Assim organizamos os espaços intercalando as pessoas, separando-as de maneira a evitar aglomerações”.

Marleide de Jesus

 

Entregas nas escolas

Nas últimas semanas, como forma de organizar a distribuição, a Prefeitura de São Cristóvão vem utilizando o espaço das escolas da Rede Municipal de Ensino para a entrega das cestas e kits.

Silvia Maria Ramos dos Santos

 

Mãe de aluno da Escola Lourival Batista (localizada na entrada do Centro Histórico), Silvia Maria Ramos dos Santos elogiou a organização das equipes. “Nós, mães e pais de alunos, ficamos sabendo dessa entrega através do grupo de WhatsApp da sala de aula de nossos filhos. A diretora da escola organizou a hora certa para eu pudesse passar aqui e pegar a cesta e o kit. O atendimento foi rápido e sem nenhum contato, o que deixa a gente mais tranquila”, frisou Maria.

“Meus netos e a gente precisava desses alimentos. Veio na hora certa pra completar o que possuímos em casa”, disse Iraci Santos, que tem dois netos matriculados na mesma escola. Aliviada ela constata que o recebimento da cesta e dos dois kits ajudará na alimentação das crianças e também dos parentes.

De acordo com a diretora da Escola Lourival Batista, Valéria Maria Correia do Nascimento, todos os professores foram mobilizados para participar das comissões com os pais. “Na nossa escola nós temos esse contato pelo celular, mas também levamos cestas e kits naquelas localidades mais distantes. Cada entrega, tanto na escola quanto na casa de nossos alunos, é também uma forma da escola passar a conhecer a realidade de nossas crianças”, pontuou.

Valéria Maria Correia do Nascimento


Mais informações

Para tirar dúvida se tem direito ou não ao recebimento do benefício, os interessados podem procurar o Centro de Referência da Assistência Social mais próximo de sua região, sendo eles o CRAS Gilson Prado, no Rosa Elze, pelo telefone (79) 99894-8182 ou o CRAS São Cristóvão, na avenida Irineu Nery (antigo Apicum), fone (79) 99814-6538.

Fotos: Dani Santos.