Representantes da Prefeitura e Fundaj discutem implementação de políticas públicas em São Cristóvão

08/04/2022 - 17:04 Atualizado há 1 dia



As políticas públicas são essenciais para a garantia de direitos aos cidadãos, seja na área da educação, saúde, assistência, entre outros. Assim, esse tema foi o destaque da reunião realizada na manhã desta sexta-feira (08), pela Prefeitura de São Cristóvão com representantes da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj). Esse foi o terceiro encontro de uma sequência de dez que ainda estão por vir. 

 

 

A Fundaj é uma fundação pública atrelada à área da educação, que desenvolve pesquisas para analisar os efeitos dos principais programas do Governo Federal, especificamente em municípios da região Nordeste. Atualmente, a instituição está desenvolvendo uma pesquisa chamada ‘Rede 10’, que segundo o pesquisador da Fundação, Luís Henrique Romani de Campos, é uma pesquisa-ação que tem como objetivo avaliar as políticas federais juntamente das Prefeituras Municipais. “Queremos que não apenas passem para nós o que precisa ser melhorado nas políticas municipais, mas que também aprendam a melhorar e alterar o sistema e que possam pensar teoricamente os seus setores”, declarou.

 

Luís Henrique, pesquisador da Fundaj

 

A reunião contou ainda com a participação do Prefeito Marcos Santana, secretários e servidores municipais. Em sua fala, o Prefeito agradeceu novamente a iniciativa do secretário da Fazenda, Eldro da França, de ter feito a mediação com a Fundaj, e a partir disso, ter inserido São Cristóvão nesse projeto.

 

“A Fundação Joaquim Nabuco possui uma história no Brasil e no Nordeste e nós temos uma oportunidade ímpar de poder participar e poder beber dessa fonte de conhecimento. A minha expectativa é de que possamos efetivamente identificar dentro dos nossos processos, o que é que podemos melhorar para que os programas de maneira geral possam verdadeiramente ter efetividade. Gostaria de agradecer a Sérgio e a equipe da Fundação por essa oportunidade de estar participando deste projeto. Peço a vocês que se empenhem, que disponibilizem o seu tempo e conhecimento para esse projeto que irá valorizar São Cristóvão como um todo”, comentou o gestor.

 

Prefeito Marcos Santana

 

Sobre o programa

 

O economista e pesquisador da Fundaj, Sérgio Kelner, explica que a Fundação participa como operador do programa ‘Rede 10’, em que o “verdadeiro protagonista é o município junto aos gestores, que são os atores sociais que compõem a manutenção do município, e que isso também envolve o cidadão que é representado nesse meio”.

 

Sérgio Kelner, pesquisador da Fundaj

 

De acordo com a pesquisadora da Fundaj, Carolina Beltrão de Medeiros, o objetivo geral da ação em São Cristóvão é realizar um estudo de caso voltado à análise de programas federais e municipais a fim de contribuir para esse aperfeiçoamento. “Queremos que a partir dessa iniciativa e troca de informações resulte na expansão deste projeto em outros municípios”, finaliza a pesquisadora.

 

Carolina Beltrão, pesquisa da Fundaj

 

Participação intersetorial de gestores

 

A secretária da Educação, Quitéria Barros, acrescenta que essa parceria da Fundação com São Cristóvão é de grande valia pois o município possui políticas públicas ligadas ao Governo Federal como transporte escolar, programa de alimentação escolar, e que possuem um altíssimo custo. 

 

“A Fundação é uma instituição de excelência na execução de políticas públicas e o nosso objetivo aqui é que temos políticas públicas que são ligadas ao Governo Federal como transporte escolar, programa de alimentação escolar que no território de São Cristóvão nós temos um altíssimo custo. A nossa expectativa é que por meio da Fundação, nós consigamos uma assessoria ou um planejamento melhor na execução dessas políticas”, disse a secretária.

 

Quitéria Barros, secretária da Educação

 

Para o secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão de São Cristóvão, Josenito Oliveira, essa união é fundamental para termos a eficiência e a eficácia das políticas públicas. “É uma metodologia que será aplicada pela Fundação para que possamos aprimorar mais ainda a nossa gestão e nossa governança, e que tenha eficiência nos financiamentos do Governo Federal, ou seja, nós vamos medir o impacto de todo financiamento que for feito aqui no município, o que é muito importante para que tenhamos uma visibilidade melhor”, concluiu.

 

Josenito Oliveira, secretário de Planejamento

 

Fotos: Dani Santos