Profissionais da SEMED participam de seminário do Projeto Rede Escolas Ativas do IEE

09/08/2022 - 16:51 Atualizado há 3 dias



Na manhã desta terça-feira (09), a Secretaria Municipal de Educação (SEMED) participou de um seminário do Projeto Rede Escolas Ativas, uma ação proporcionada pelo Ministério da Cidadania (MC) através da Lei de Incentivo ao Esporte com parceria da Nubank. A atividade ocorre hoje e amanhã na EMEF Araceles Correa e reúne profissionais da rede municipal para discutir propostas de democratização de acesso das crianças ao esporte e à educação física de qualidade. 

 

Sendo o terceiro de um total de quatro módulos, o encontro teve o intuito de falar sobre a importância da escola ativa, o papel das tecnologias da informação e comunicação (TICs) aliada a humanização, e por fim, o desenvolvimento de metodologias ativas dentro desse meio. 

 

 

“Nós queremos formar multiplicadores para desenvolver esse projeto dentro da nossa rede. Trouxemos trios formados por gestor e mais dois membros de cada escola que vai levar essa multiplicação e se estender para a toda a sua escola e sua unidade de ensino”, explicou Thays Mara, técnica da SEMED.

 

Thays aproveitou para adicionar que mesmo sendo um processo em andamento, os professores da rede já estão percebendo o impacto do movimento no desenvolvimento dentro e fora da sala de aula, melhorando a concentração dos alunos. “O envolvimento das escolas ativas é a movimentação de todo o ambiente escolar, não somente dentro da sala de aula, pois o aluno precisa do pátio, de um banheiro limpo, da acolhida inicial e dela que tudo começa. Então se você é bem acolhido em um lugar, o seu dia vai ser maravilhoso, e é a nossa intenção, do acolhimento a todo o desenvolvimento dentro das unidades”, ressaltou.

 

Thays Mara, técnica da Semed

 

Representando o IEE, a coordenadora Cibele Venâncio aproveitou para elogiar o sucesso da parceria com a SEMED de São Cristóvão, e segundo ela, os profissionais estão sendo bem participativos nos encontros e desenvolvendo ideias. “Essa relação de troca com os professores têm se empenhado muito a partir dos estudos e sendo aplicado também nas escolas. É um benefício direto a todas as escolas da rede de São Cristóvão”, acrescentou.

 

Cibele Venâncio, representante do IEE

 

Um dos gestores participantes, a diretora da EMEF Terezita Paiva, Daiane Reis, considera o projeto como relevante e comentou que as práticas de Escola Ativa já acontecem na sua instituição. “Como lá tem um pátio grande, nós conseguimos disponibilizar livros nos corredores para que as crianças tivessem acesso e de fazer um recreio dirigido para que diminuísse o fluxo deles correndo na hora do recreio. Além disso, nós aplicamos atividades lúdicas com materiais que aprendemos neste curso como o uso de bola, de cone, de bambolê e tudo isso melhorou o rendimento dos nossos alunos”, disse.

 

Daiane Reis, diretora da EMEF Terezita Paiva

 

Para o diretor da EMEF Izidória Mendes, Eduardo César, os encontros estão sendo de suma importância para ampliar o aprendizado da escola. “Nós planejamos fazer uma pista desenhada, uma rodoviazinha com os sinais de trânsito onde as crianças vão brincar e correr respeitando a sinalização de trânsito para formalizar bons motoristas no futuro. Começando a entender a linguagem dos sinais desde pequeno, quando ele crescer e tiver com carteirinha ele vai se lembrar e dizer “ah isso eu vi na escola”, então é isso, nós queremos passar a informação de forma lúdica ao aluno”, finalizou. 

 

Eduardo César, diretor da EMEF Izidória Mendes

 

Sobre o Projeto

 

O Projeto Rede Escolas Ativas do IEE consiste em quatro módulos realizados de forma híbrida, com dois encontros presenciais e dois virtuais, em vários municípios do país. Após isso, será realizado um seminário presencial para promover uma troca de experiência e conferir os resultados obtidos com os professores com seus alunos em sala de aula. Em Sergipe, o município de São Cristóvão foi o único contemplado, referenciado pelo seu excelente trabalho de equipe e pelo sucesso obtido em parcerias anteriores.

 

Fotos: Dani Santos