Pró-Moradia: prefeito Marcos Santana assina contrato para construção de 107 casas populares em São Cristóvão 

30/06/2023 - 20:19 Atualizado há 5 horas



Mais um importante passo para realização do sonho da casa própria para 107 famílias sancristovenses foi dado nesta sexta-feira (30). Na tarde de hoje, o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, assinou o contrato junto à Caixa Econômica Federal para liberação dos recursos do programa federal “Pró-Moradia” na ordem de aproximadamente R$ 11 milhões. 

 

Após a assinatura, que ocorreu na Superintendência da CAIXA, em Aracaju, o prefeito de São Cristóvão enfatizou a importância do momento, reforçando que o objetivo principal com a construção dessas residências é dar dignidade às famílias que mais necessitam. “Serão 107 famílias que hoje moram em locais completamente inadequados, às margens de um rio. São pessoas que vão passar a ter residências decentes e que poderão chamar de lar. É um momento de muita alegria, porque estamos garantindo dignidade a essas pessoas a partir dessas casas”.

  

Prefeito Marcos Santana assinou o contrato nesta sexta

 

As residências farão parte do Conjunto Habitacional Lourdes Azevedo, no Eduardo Gomes, que ficará localizado próximo ao Rosa do Oeste, ao lado do Loteamento Porto Poxim, e terá aproximadamente 40 mil m² de obra. 

 

O projeto das residências foi idealizado pela Prefeitura de São Cristóvão, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), e prevê, para além das casas, praça com rampas de acessibilidade, área de preservação ambiental, pontos de ônibus, calçadas amplas, algumas residências estruturadas para idosos e pessoas que utilizam cadeira de rodas, rotas acessíveis em todos os eixos e arborização. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Júlio Júnior, após a assinatura que foi realizada hoje, o próximo passo é “encaminhar os projetos para que sejam analisados pelo setor de engenharia da CAIXA, e sendo aprovados, daremos início à construção das casas”. 

 

Júlio Júnior, secretário de infraestrutura 

 

Também participaram do encontro o deputado estadual, Paulo Júnior; o secretário de Fazenda, Orçamento e Planejamento, Eldro França; a secretária de Assistência Social, Lucianne Rocha; além de outros representantes da CAIXA e da Prefeitura de São Cristóvão. 

 

 

Famílias contempladas 

 

A construção das 107 unidades habitacionais é um compromisso firmado pelo prefeito desde o início da sua gestão e irá atender uma demanda histórica na região, que há anos sofre com a falta de moradias e a precariedade da infraestrutura. 

 

As famílias que serão beneficiadas residem atualmente no Conjunto Maria do Carmo, e em um território que é considerado uma Área de Preservação Permanente (APP), ou seja,  uma área protegida, conforme definição da Lei n. 12.651/2012, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica e a biodiversidade, facilitar o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das populações humanas.

 

Essas famílias já foram cadastradas previamente pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e estão na fase de análise do cadastro. O intuito da gestão municipal é ampliar o número de famílias contempladas em uma segunda etapa do projeto.

 

Fotos: Heitor Xavier