Prefeitura reúne carcinicultores de São Cristóvão para planejamento do primeiro festival gastronômico

07/12/2021 - 16:47 Atualizado há 17 horas



Com o intuito de explorar a identidade gastronômica local, gerar renda através do turismo e valorizar a qualidade do que é produzido no município, a Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Fundação Municipal de Cultura e Turismo João Bebe Água (Fumctur) e apoio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente Agricultura e Pesca (Semap), reuniu nesta manhã, 07, carcinicultores locais para troca de ideias e estratégias que viabilizem o primeiro festival gastronômico de São Cristóvão, tendo o camarão como protagonista.

 

A iniciativa de colocar o camarão como o primeiro produto a ser explorado no festival, deve-se ao fato de São Cristóvão ser o terceiro maior produtor de camarão do estado de Sergipe, através de uma produção familiar, o que influencia na qualidade do crustáceo, cuja produção é a segunda maior fonte de renda e emprego na cidade.

 

A presidenta da Fumctur, Paola Santana, ressalta que a iniciativa é fundamental para a valorização do trabalho dos carcinicultores, porque além de mostrar aos moradores e visitantes como funciona o processo de criação dos camarões, eles apresentarão um produto de  qualidade que, inclusive, pode ser consumido no local em que é produzido. 

 

Paola Santana, presidenta da Fumctur 

 

 “A ideia do festival é concentrar o máximo de produtores, para que eles passem a vender como cooperativa, o que facilita tanto para eles, quanto para quem vem comprar. Outra finalidade é fortalecer o turismo, não necessariamente o turismo de contemplação do centro histórico, mas o turismo em que o guia leva o visitante aos tanques para que entendam como é produzido, para que vejam a qualidade, inclusive da água. Queremos atrair o turista por esse caminho, pela qualidade do produto e a facilidade de adquiri-lo”, enfatizou Paola. 

 

Apresentação do projeto para a realização do festival gastronômico

 

Para o coordenador de Agricultura e Pesca da SEMAP, Anderson Cardoso, a realização do  festival gastronômico “será uma grande oportunidade para prestigiar os carcinicultores da nossa cidade e movimentar a cultura através das diversas atrações, além das gastronômicas. Durante todo o processo de planejamento e organização a Semap estará presente, através do contato direto com os produtores, em parceria  com a Fumctur”, afirmou.    

 

Anderson Cardoso, coordenador de Agricultura e Pesca da SEMAP

 

Carcinicultura em São Cristóvão é renda e tradição

 

Carcinicultor desde 2003, Alberto Silva se enche de orgulho ao falar que a produção de camarões em São Cristóvão vai além de uma fonte de renda, “é uma tradição, uma questão cultural que é passada de pai para filho, como ocorreu comigo”, disse Alberto, que aproveitou a ocasião para agradecer à prefeitura pela iniciativa. “A gestão está de parabéns pela ideia, que vai se concretizar e mostrar o nosso diferencial, que é a qualidade do camarão, reflexo da nossa produção familiar, artesanal”. 

 

Alberto Silva, carcinicultor

 

Para Carlos Tadeu Rosa, carcinicultor, o evento vai impulsionar o turismo e valorizar o comércio local. “No passado as pessoas saiam de Aracaju para comer marisco em São Cristóvão e queremos resgatar isso, fazer com que os nossos mariscos, os nossos produtos sejam consumidos aqui. Esse será o primeiro festival e eu já estou esperançoso,  porque tanto ajuda à carcinicultura, gerando mais emprego e renda, quanto ajuda na condição do turismo. Na cadeia produtiva, ganha todo mundo”, afirmou.  

 

Carlos Tadeu Rosa, carcinicultor

 

Sobre o Festival Gastronômico

 

Nesta primeira reunião, o festival ficou previsto para acontecer em um fim de semana do primeiro semestre de 2022, com a participação de produtores e restaurantes locais, que irão elaborar pratos tendo o crustáceo como ingrediente principal, com área de vendas, de exposição e outras atrações culturais. 

 

Fotos: Dani Santos