Prefeitura proporciona noite de cinema no bairro Rosa Elze

17/06/2022 - 00:38 Atualizado há 12 horas



Os moradores do bairro Rosa Elze tiveram na última quarta-feira (15) uma noite repleta de muita cultura e entretenimento. Isso porque, a Prefeitura de São Cristóvão por meio da Fundação de Cultura e Turismo João Bebe Água (Fumctur) proporcionou para a comunidade uma noite de cinema.  Ao todo foram exibidos seis filmes de curtas-metragens contemplados pela Lei Aldir Blanc.

 

Na oportunidade, os moradores e público em geral puderam conferir as produções sergipanas filmadas na Cidade Mãe, dentre elas, “Alaroke - Uma História de Culto aos Orixás em Sergipe”, produzido pela Associação Alaroke e gravado em três diferentes terreiros do município. Para Danielle Azevedo, roteirista do curta-metragem, essa foi uma oportunidade para romper com a intolerância religiosa existente quando se trata das religiões de matrizes africanas. 

 

“Esse tipo de ação é extremamente interessante para mostrar a cultura do nosso povo. É muito importante porque acabamos desmistificando muita coisa da nossa religião e as pessoas passam a conhecer o Candomblé, podendo assim romper com a intolerância religiosa, já que é preciso conhecer para romper com esse estigma”, apontou a roteirista.

 

Danielle Azevedo, roteirista do filme Alaroke

 

Outro curta exibido foi o “Corre”, de Sidjonathas Araújo e Carolen Menezes. O filme mostra a história de duas crianças, moradoras do bairro Rosa Elze, em uma aventura no dia de Natal até o shopping da Capital. Para o co-diretor do curta, eventos como esse são importantes para fortalecer a cena do cinema local. 

 

“É muito bom ver esse local lotado. É muito difícil fazer cinema, realizar isso, discutir sobre o filme, e fazer com que ele chegue até a população. Então hoje o sentimento é de felicidade por esse momento se efetivar com tamanho público”, destacou o co-diretor do filme, Sidjonathas Araújo.

 

Sidjonathas Araújo, co-diretor do filme Corre

 

Além destes, também foram exibidos os filmes “Anarriê”, de Neto Astério; “Caminhos de Sergipe D' El Rey”, de Miriam Cazzetta; “Aqui Somos Todos Loucos Uns Pelos Outros”, de Millena Araújo e Vivian Oliveira; e “A História de Um Carnaval”, de Danilo Duarte. O evento ainda contou com a apresentação musical de Dry, que levou seu show “Prata Live Session”.

 

Fotos: Heitor Xavier