Prefeitura promove reajuste salarial para professores substitutos e outras categorias da Educação

03/05/2022 - 15:21 Atualizado há 36 minutos



Após o reajuste de 43,24% no salário dos professores efetivos, que ocorreu em fevereiro deste ano, a Prefeitura de São Cristóvão promove a partir deste mês o reajuste salarial de diversas categorias da área da educação. A iniciativa da gestão faz parte da política de valorização destes profissionais que tem contribuído para a melhoria constante dos indicies educacionais do município.

 

Por meio da lei complementar 70/2022, de 29 de abril de 2022, ficam reajustados os seguintes percentuais das categorias: 92,28% na carreira do professor substituto; 32,01% para o cuidador educador; 40,26% para intérprete de libras e 43,73% para motorista de transporte escolar.

 

De acordo com a secretária da Semed, Quitéria de Barros, este reajuste na categoria do magistério busca equiparar o salário dos profissionais substitutos com o salário dos efetivos, com o intuito de valorizar o trabalhador em sua totalidade e auxiliar na melhoria da qualidade do ensino. “A educação é uma área prioritária e nós não temos como fazer educação sem profissionais qualificados e valorizados, inclusive do ponto de vista da remuneração. Agora esperamos que essa valorização se traduza em bons resultados para a escola pública e para o fortalecimento da qualidade de ensino do município”, afirmou.

 

Quitéria de Barros, secretária de Semed

 

Além de mencionar a necessidade de criar estratégias para enfrentar os desafios consequentes do início da pandemia, que resultaram em mudanças no processo de ensino e aprendizagem, a secretária ainda acrescentou a importância dessa lei complementar, que é mais uma forma do gestor público municipal reconhecer e valorizar estes profissionais que tanto contribuem, direta e indiretamente, na formação dos educandos.

 

“Para além dos desafios de um ano letivo normal, existem as dificuldades decorrentes da pandemia, que acarretaram no déficit de aprendizagem. Logo, este projeto visa reforçar a satisfação dos profissionais da área, através da correção na discrepância entre os vencimentos destes trabalhadores, para que possamos alcançar com êxito os objetivos de aprendizagem que temos para o ano de 2022”, explicou a secretária.

 

Fotos: Heitor Xavier e Dani Santos