Prefeitura já investiu mais de quatro milhões no enfrentamento ao Covid-19

25/06/2020 - 17:29 Atualizado há 14 horas



Desde o início da pandemia, a Prefeitura de São Cristóvão tem unido forças para enfrentar o novo Coronavírus (Covid-19). Durante esse tempo já foram investidos mais de quatro milhões de reais. Desses, cerca de 430 mil em pagamento de recursos humanos, 879 mil na Ala de Síndrome Gripal da Urgência 24h, mais de 112 mil em medicamentos, e em torno de 2,5 milhão em outros serviços.


Além disso, foram investidos 260 mil reais na compra de dois mil testes rápidos para o diagnóstico do Covid-19. Os testes são utilizados na ampliação da oferta para a população, seguindo os critérios técnicos.

 


De acordo com a secretária de Saúde, Fernanda Santana, os testes também ajudarão a reduzir a margem de proliferação do vírus através da identificação dos casos. “O objetivo é identificar e dar uma assistência mais completa a população que procura as Unidades de Saúde com sintomas. A partir disso, realizar uma identificação maior do perfil e da incidência, para traçar o perfil epidemiológico da doença no nosso município”, explica a secretária.


No dia 12 de maio, foi aberto o Atendimento Exclusivo para Pacientes com Síndrome Gripal, localizado na Urgência 24h do bairro Eduardo Gomes. A além dos 879 mil reais, mais de 26 mil oriundos diretamente da Secretaria Municipal de Saúde foram investidos na ala.


O espaço é composto por dois contêineres (um para atendimento e outro para higienização dos profissionais de saúde) e 14 leitos para observação, que poderão ser transformados em leitos de internamento a depender da sobrecarga da rede hospital.

 

Fernanda Santana, destaca que outras ações também foram implementadas pensando na proteção e segurança da população durante a pandemia. “Desde o dia 16 de março, data em que instalamos o Comitê de Operações Especiais, estamos com as atenções voltadas ao enfrentamento da pandemia. Durante esses quatro meses, executamos diversos serviços voltados à saúde população”, esclarece Fernanda.

 

Unidades de Referências

 

Duas Unidades Básicas de Saúde (UBS) foram selecionadas como Unidades de Referência: Jairo Teixeira, no bairro Centro, e Maria José Soares Figueroa/Contêiner, no bairro Eduardo Gomes. O objetivo é dinamizar o atendimento dos pacientes com quadro de gripes que necessitam ser avaliados pelas equipes de saúde.

 

 

 

As pessoas que apresentarem sintomas leves de Síndrome Gripal, como tosse, febre, dor de cabeça e outros, devem procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima da sua casa, ou uma das Unidades de Referência. Em caso de dificuldade respiratória e falta de ar, a Atenção Especializada (Hospital ou Urgência 24h) é o mais indicado.

 

Monitoramento

 

Todos os pacientes com Síndrome Gripal, independente do nível de suspeita para o Novo Coronavírus, são monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde desde o dia 16 de março. O monitoramento é realizado através de ligação a cada 48h, por no mínimo 14 dias, a partir da data de início dos sintomas.

 

 

O objetivo do serviço é acompanhar o estado de saúde e demais necessidades de cada caso suspeito/confirmado e de seus membros familiares (agendamentos de testes, reavaliações médicas, atestados médicos, medicações, orientações sobre prevenção de contágio, entre outras).

Reafirmando a preocupação com a população e evitando a proliferação do vírus no município, também foi disponibilizado o WhatsApp do Coronavírus (99883-6201) para dúvidas e orientações.

 

Plantão Psicológico

A Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou um Plantão Psicológico pensando na saúde mental da população sancristovense durante a pandemia. Em três semanas, foram 67 pacientes atendidos e em cerca de 59% das consultas, a principal queixa registrada foi ansiedade.

 

 

O serviço psicológico está disponível de segunda-feira a quinta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h, através do WhatsApp: (79) 99842-6841.

 

Fiscalização

A Vigilância Sanitária Municipal tem fiscalizado em média 125 estabelecimentos do município por semana, verificando se há nestes locais o cumprimento do que determina o decreto municipal que visa prevenir a população sobre a proliferação do vírus.

 

 

Em parceria com a Polícia Militar, a Superintendência Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT/SC) e a Secretaria Municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca (Semap) são realizadas duas ações de fiscalização por semana. “Caso exista uma reincidência, nós vamos juntamente com a Polícia Militar para aplicar um termo circunstanciado, que impõe que, se o estabelecimento seguir descumprindo o decreto, suas portas serão fechadas”, explicou a coordenadora da Vigilância Sanitária, Cátia Patrícia Santos.

 

Em caso de descumprimento, denuncie o comércio através do número: 98849-2724.

 

Vacinação

Em São Cristóvão, já foram imunizadas 22.948 pessoas durante a 22ª Campanha contra a Influenza. Destes, 17.200 são de grupos prioritários. A vacinação é realizada em todas as Unidades de Saúde, seguindo o cronograma específico de cada uma, e ocorre até o dia 30 de junho.

 

 

A meta para ser alcançada em cada público prioritário é de 90%. Até 25 de junho, apenas os grupos dos trabalhadores da saúde (109,86%) e dos idosos (140,30%) ultrapassaram a porcentagem. No público de gestantes foram vacinadas 58,42%, enquanto que, entre as puérperas, a adesão foi de 92,68% e a taxa de imunização entre os adultos de 55 a 59 anos foi de 63,96%. As crianças foram divididas em três faixas etárias: de 6 meses a menores de 2 anos (89,32%), de 2 anos a 4 anos (54,34%), de 5 anos a menores de 6 anos (95,38%).

 

Fotos: Dani Santos e Heitor Xavier