Prefeitura inicia ação que garante Carteira de Trabalho Digital aos jovens da cidade

20/10/2022 - 13:10 Atualizado há 8 horas



A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) em conjunto com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Trabalho (Semdet), deram início nesta quarta-feira (19) à ação ‘Juventude e Cidadania - o direito à Carteira de Trabalho Digital’. A iniciativa garante aos jovens do município o acesso à Carteira de Trabalho e Previdência Social Digital (CTPS Digital), documento onde são registradas todas as relações empregatícias, além de assegurar direitos trabalhistas fundamentais, como aposentadoria e FGTS.

 

Layana Costa, coordenadora da Juventude da Semas, disse que a iniciativa tem o intuito de orientar e facilitar a inserção dos jovens no mercado de trabalho. “A ação visa providenciar a carteira de trabalho para jovens de 14 a 24 anos, do Centro Histórico e Grande Rosa Elze. Durante as pesquisas que realizamos em nossas ações, a exemplo do Papo Jovem, percebemos que pouquíssimos adolescentes nessa faixa etária possuem a documentação, o que pode implicar nas oportunidades que estão por vir, como o programa Jovem Aprendiz, cujo edital será lançado em breve. Caso desejem se inscrever no programa ou se decidirem buscar outras oportunidades de emprego, estarão munidos da documentação completa”, explicou.

 

Layana Costa, coordenadora da Juventude da Semas

 

Para a diretora do trabalho da Semdet, Neusa Malheiros, o papel da gestão é preparar e qualificar os jovens para esse mercado escasso e exigente. “Estamos iniciando um processo de intermediação de mão de obra, através de um banco de currículos onde as pessoas, especialmente os jovens, podem levar o seu currículo e, assim que surgirem vagas nas empresas locais ou de fora, faremos essa intermediação do currículo para a vaga disponível. E para reforçar o papel de intermediação entre currículo e vaga, a ideia é que no próximo ano haja o funcionamento de um Núcleo de Apoio ao Tabalhador (NAT), para que estes jovens se encaixem no mercado e se sintam cada vez mais preparados para enfrentar tais desafios”, destacou.

 

 Neusa Malheiros, diretora do trabalho da Semdet

 

A juventude sancristovense e o acesso à CTPS Digital

 

Keila Cristina, estudante e estagiária de turismo na Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Fumctur), disse que acompanha o site da prefeitura e a partir das publicações viu que já poderia fazer a carteira de trabalho. “Eu imaginei que só poderia ter este documento aos dezoito anos e eu ainda tenho dezessete, então quando eu vi essa oportunidade, percebi que ia me ajudar muito. Minha maior felicidade é ver que a prefeitura da minha cidade está me ajudando a ter um futuro profissional, não só através dos cursos e estágios que disponibiliza, mas por essa preocupação de nos proporcionar um documento tão importante, que registrará toda a minha trajetória profissional”, destacou.

 

Keila Cristina, estudante 

 

O estudante Sávio Magno tem 16 anos e ficou sabendo da iniciativa através do Centro de Referência de Assistência Social (CREAS). “Eu soube através de uma atividade realizada no CREAS e meus pais foram informados através do Instagram. Quando eles viram a publicação não pensaram duas vezes em me incentivar, organizaram minha documentação e hoje estou aqui, já ansioso pelo documento. Bom que é digital, mais rápido de fazer, mais moderno e traz mais praticidade para o nosso dia a dia. Não vejo a hora de logo registrar o meu primeiro emprego”, exclamou.

 

Sávio Magno, estudante

 

Assim como Sávio, o estudante Caio Victor Souza Fontes, de 15 anos, não hesitou em aproveitar a oportunidade de emitir o documento.  “Esta é uma porta que se abre para nós, porque se torna mais fácil conseguir uma vaga quando temos em mãos um documento tão importante. Traz uma sensação de esperança porque os sonhos profissionais estão mais próximos de se realizar, afinal, já terei o documento necessário para registrar cada passo”, destacou.  

 

Caio Victor Souza Fontes, estudante

 

Confira a programação da atividade para os próximos dias

 

Dia 26/10

CRAS Gilson Prado - Rua D, Loteamento Nosso Lar, Rosa Elze - das 09h às 12h

IDESA – Rua São João, nº 21, Loteamento Tijuquinha - das 13h30 às 15h30

 

Documentos necessários

– RG

– CPF

– Comprovante de Estado Civil (Certidão de Nascimento ou de Casamento)

– Comprovante de Residência

– E-mail para criar a Conta gov.br

 

É importante lembrar de ter o aparelho celular em mãos (se possível com acesso à Internet) e os cidadãos entre 14 e 17 anos devem apresentar documento de identificação dos pais ou responsáveis. Serão disponibilizadas 30 vagas por turno em cada local. 

 

 

Fotos: Heitor Xavier