Prefeitura entrega primeira escola autossustentável de São Cristóvão

06/02/2022 - 22:49 Atualizado há 6 horas



“Sou grata por tudo. Nossa comunidade era sofrida, mas agora temos um gestor com olhar pela comunidade das Pedreiras. O prefeito Marcos Santana e sua equipe não mediram esforços para que a gente tivesse uma escola de qualidade, de primeiro mundo. Estou cheia de orgulho pela minha comunidade, pela minha cidade, pelos professores, pelo meu povo”. A declaração emocionada da diretora Darcilene Virgem dos Santos, resume bem os sentimentos daqueles que estiveram na tarde da última sexta-feira (04), na EMEF Profª Terezita de Paiva Lima, no povoado Pedreiras.

 

Professores, diretores, pais de alunos, personalidades políticas e moradores da comunidade, se reuniram para ver a entrega da requalificação da primeira escola autossustentável de São Cristóvão. Com investimento de R$ 700 mil da Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), a EMEF Terezita Paiva é o pontapé inicial de um projeto da gestão municipal, que busca ampliar o número de prédios autossustentáveis do ponto de vista da utilização da energia, para que sejam pagos exclusivamente pela energia produzida pelas placas solares.

 

 

O investimento aplicado pelo município foi de R$130 mil na instalação do sistema de energia fotovoltaica, R$ 120 mil para os mobiliários e equipamentos. Outros R$ 450 mil foram investidos na requalificação completa do prédio, que abrange as seguintes ações: climatização das salas de aula e diretoria; pintura interna e externa; construção de banheiros adaptados às normas técnicas, cozinha, refeitório e área de recreação; revisão elétrica e hidráulica; instalação de iluminação LED, parquinho e de piso de alta resistência; aquisição de bebedouro industrial; implantação de sistema de combate a incêndio; e jardinagem.

 

Todo esse investimento tem um objetivo principal: garantir qualidade de ensino para os alunos.  Este ponto foi destacado pelo prefeito Marcos Santana durante seu discurso, em que fez questão de reforçar o intuito de tornar São Cristóvão uma referência em educação no estado de Sergipe. “Hoje não estamos só entregando um prédio bonito. Isso é importante, assim como ter salas confortáveis, climatizadas e ambientalmente agradáveis. Mas o mais importante é que nós estamos dando para as crianças a educação de melhor qualidade que pode ser dada em Sergipe. Estamos entregando uma escola que respeita quem estuda e quem ensina aqui”, apontou o gestor.

 

Prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana

 

O vice-prefeito Paulo Júnior destacou em sua fala as mudanças que São Cristóvão vem passando no âmbito da educação desde 2017. Ele relembrou do escândalo de corrupção da merenda ocorrido antes da gestão do prefeito Marcos Santana e do sucateamento dos prédios públicos àquela época, acrescentando que “a educação municipal no passado já esteve nas páginas policiais, hoje é motivo de orgulho para nosso povo e toda a comunidade escolar”, falou.

 

Vice-prefeito, Paulo Júnior

 

Na oportunidade, a secretária de educação, Quitéria Barros, reforçou que a EMEF Terezita “é uma escola que é uma inovação, do ponto de vista da sua sustentabilidade. Dialoga com a educação ambiental, estamos falando de todo um conceito de não cortar árvores, preservar o meio ambiente, de não emitir gases tóxicos na atmosfera, então é um novo conceito de escola que inauguramos na Cidade Mãe de Sergipe e estamos muito orgulhosos e felizes com isso”, afirmou.

 

Além disso, a secretária aproveitou para agradecer ao gestor municipal pela confiança em seu trabalho e no da sua equipe. Ela ainda fez uso da palavra para informar aos pais dos alunos que as vagas na escola estão asseguradas para aqueles que residem na região. “Nessa escola nós teremos o ensino infantil, o ensino fundamental, e ela também será um polo de interiorização do fundamental II. As crianças das Pedreiras e do Caípe Velho não precisarão se deslocar para a sede do município para estudar. Aqui nesta escola elas terão ensino de qualidade, professores qualificados e um ambiente que favorece a aprendizagem”, acrescentou.

 

Quitéria Barros, secretária de educação 

 

Sustentabilidade

 

A EMEF Terezita é a pioneira de um projeto da gestão municipal que visa implantar um programa sustentável na Rede de Ensino. Para isto, ela recebeu 73 placas de energia solar fotovoltaica. O objetivo com isso é contribuir para a preservação do meio ambiente ao garantir, dentre outros benefícios, a produção de 3850 kwh por mês, através da geração de energia elétrica gratuita,  limpa e renovável, originada a partir dos recursos naturais.

 

Além da economia de R$ 48 mil ao ano, prevista com a instalação das placas na escola contemplada, a energia solar contribuirá com a redução da emissão de 27,57 toneladas de gás carbônico (CO2), o que em outras palavras significa a redução da poluição, um dos efeitos mais nocivos decorrente do uso de combustíveis fósseis para a produção de energia, como o petróleo, o gás natural e o carvão, sem falar na quantidade de árvores compensadas, que somarão quase 90 ao ano.

 

73 placas de energia solar fotovoltaica foram instaladas na escola

 

Com os resultados positivos, a intenção da gestão municipal é ampliar esse tipo de iniciativa para outras unidades escolares de São Cristóvão.

 

 

Orgulho da comunidade

 

 O sentimento de orgulho por ver uma escola novinha se perpetuou entre todos os moradores do povoado. A comerciante Grazy Freire, por exemplo, apontou a alegria em ver que sua filha, Ketilyn Kauane irá estudar em um local completamente requalificado. “Sinto muita felicidade e orgulho em saber que minha filha vai ter um maior conforto na sala de aula e que vai poder estudar na primeira escola sustentável. Estou feliz e agradeço por tudo que o prefeito Marcos Santana vem fazendo por nosso povoado”.

 

Grazy e sua filha Ketilyn 

 

Assim como ela, a dona de casa Marília Dias, mãe da pequena Mainy Vitória, também falou da alegria de presenciar um momento tão importante para a comunidade. “Fui aluna dessa escola, vejo as mudanças realizadas e hoje me sinto feliz porque minha filha estuda aqui e vai ter mais qualidade no ensino”, declarou.

 

Marília Dias, mãe da pequena Mainy Vitória

 

Presenças

Presente na entrega da escola, o ex-governador Jackson Barreto elogiou a atuação da gestão municipal ao realizar a obra de requalificação da EMEF Terezita Paiva. “Muita alegria em estar participando deste momento. Essa é uma escola que dialoga com o estudante, que dá conforto aos seus alunos, que do ponto de vista da pedagogia oferece o que tem de mais moderno. Fico feliz em participar da entrega dessa obra, e parabenizo ao prefeito Marcos Santana e a secretária, porque São Cristóvão hoje está dando exemplo de como se faz educação”, elogiou.

 

Ex-governador Jackson Barreto esteve na entrega

 

Representando todos os parlamentares presentes, o vereador Valdecir Filho agradeceu ao prefeito Marcos Santana pelas ações que foram e estão sendo realizadas no povoado Pedreiras. “É uma honra ver essa entrega. Em breve estaremos inaugurando a Rodovia Paraíso das Águas, as obras das três ruas do povoado, e sei que tem muita coisa por vir. Essa gestão tem entrado para história em nosso povoado. Agradeço a todos pelo que vem fazendo”, declarou.

 

 Também estiveram presentes: o presidente da Câmara de Vereadores, Diego Prado e os vereadores Italo Macário e Edson Pereira.

 

Fotos: Dani Santos