Prefeitura e Governo do Estado promovem atividade em comemoração ao Dia da Terra

20/04/2022 - 17:01 Atualizado há 16 horas



Na manhã desta quarta-feira (20), a Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Agricultura e Pesca (Semap), participou de uma ação educativa promovida pelo Governo do Estado de Sergipe. A atividade ‘Dia da Terra - Um Momento para Nossa (Re)Conexão’, é alusiva ao dia do mesmo nome e aconteceu na Fazenda Esperança, localizada no Povoado Candeal.

 

A atividade contou com palestra feita pelo agroecólogo da Semap, Weslley Félix, sobre os impactos ambientais do uso de agrotóxicos, sendo complementada pela fala do professor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Edilson Divino de Araújo, sobre a importância das abelhas para a conservação ambiental. Em seguida, a equipe da Semap realizou um minicurso para a produção de defensivos agrícolas naturais. A programação foi finalizada com o plantio de mudas nativas como Pau Brasil, Jacarandá, entre outras.

 

 

 


Segundo a coordenadora de educação ambiental da Superintendência Especial de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (Serhma), Isabelle Aparecida, a ação realizada nesta quarta-feira buscou refletir sobre o Dia da Terra, na tentativa de reconectar e trazer alternativas mais sustentáveis para o nosso ecossistema natural.

 

Também no papel de representante de Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), Isabelle, destacou que a parceria com o município de São Cristóvão foi essencial para a realização do projeto. “Quando fazemos parcerias como aqui em São Cristóvão, que possui pessoas realmente engajadas com a questão ambiental e entre outros municípios, nós conseguimos chegar ao fortalecimento e na raiz da educação ambiental. Queremos essa união para ter uma mobilização dos municípios se engajando numa linha de ação do Estado”, comentou Isabelle.

 

Isabelle Aparecida, coordenadora de educação ambiental da Serhma

 

Em sua fala, o secretário da Semap, Edmilson Brito, ressaltou a importância desse auxílio para ajudar na compreensão das pessoas sobre a preservação do meio ambiente. “O nosso trabalho é sempre levar às pessoas o ensinamento de que todos nós devemos dar as mãos. Por isso, temos programas como o ‘Mãos que se Ajudam’ e o ‘Cidade Mãe Sustentável’, e justamente com essa junção de forças, poderemos ter pessoas mais conscientes para defenderemos um meio ambiente mais sustentável”, acrescentou.

 

Edmilson Brito, secretário da Semap

 

Construção de saberes

 

Para o coordenador da Fazenda Esperança, José Fernandes, a ação foi um momento de graça e agregação aos envolvidos. “Isso irá ajudar os meninos a aprenderem uma nova função de como lidar com essa realidade ecológica. Aqui na Fazenda nós temos uma horta, então todo conhecimento na área é bom”, disse ele.

 

José Fernandes, coordenador da Fazenda Esperança

 

Já o presidente da associação de moradores do Assentamento Casulo, José Airton, considerou formidável a atividade e espera a inserção de mais eventos como esse na Cidade Mãe de Sergipe. “A palestra sobre os malefícios dos produtos químicos foi muito importante, pois é algo que atrapalha muito nas nossas produções. No nosso assentamento, nós utilizamos produtos orgânicos e eu sempre tento fiscalizar. Esse ensinamento será de grande valia para a comunidade”, finalizou.

 

José Airton, presidente da associação de moradores do Assentamento Casulo

 

Fotos: Heitor Xavier