Prefeitura e Fundaj realizam reunião para aprimoramento das políticas públicas no município

21/03/2022 - 13:48 Atualizado há 1 hora



Na última sexta-feira (18), a Prefeitura de São Cristóvão participou de reunião com representantes da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), com o intuito de apresentar os programas sociais de diversas áreas, desenvolvidos pelo Governo Federal, para que haja estudo de caso, proposições e aperfeiçoamento de políticas públicas de cunho social. Esta foi a segunda reunião de uma sequência de dez que ainda estão por vir.

 

A Fundaj foi criada em 1947, por Paulo Coelho e se trata de uma fundação atrelada à área da educação, que desenvolve pesquisas para analisar os efeitos dos principais programas do Governo Federal, especificamente em municípios da região Nordeste. De acordo com o economista e pesquisador da Fundaj, Sérgio Kelner, uma nova etapa da pesquisa terá início no mês de abril. “A proposta é visitar municípios para verificar como a operação desses programas está ocorrendo a partir da visão e da participação efetiva  do gestor, do servidor e dos beneficiários dos programas”, explicou.

 

Sérgio Kelner, economista e pesquisador da Fundaj / Foto: arquivo pessoal

 

O pesquisador ainda reforça as informações de como ocorrerão as etapas da pesquisa até o momento dos resultados finais. “Inicialmente serão realizadas dez entrevistas individuais para fazer a investigação. Numa segunda etapa, após 60 dias, retornamos ao município para uma oficina de validação de resultados apurados e indicação de soluções para aperfeiçoar o planejamento e gestão das políticas públicas. Este trabalho com os municípios vai para além do diagnóstico, pois traz proposta de solução para que o município as incorpore como elemento de transformação da gestão, sendo fundamental para multiplicar esta iniciativa no Nordeste e assim criar uma rede”, pontuou Sérgio.

 

O prefeito do município, Marcos Santana, não hesitou em inscrever São Cristóvão neste projeto de pesquisa e aproveitou a oportunidade para agradecer à Fundaj pela oportunidade. “Fico feliz que São Cristóvão venha sendo objeto do olhar da Fundaj, uma cidade de aproximadamente 100 mil habitantes, que passou nos últimos 30 anos por problemas gravíssimos na condução administrativa dela, portanto eu vejo sempre como um motivo de muita esperança e da minha parte farei tudo o que for necessário e possível para que essa pesquisa seja desenvolvida, porque é importante que tenhamos elementos que permitam conduzir as políticas públicas na área social”, enfatizou o gestor.

 

Marcos Santana, prefeito de São Cristóvão

 

O representante da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), Eldro da França, foi a ponte para que houvesse o contato entre a Fundaj e o município. O secretário entende a importância de São Cristóvão estar entre as cidades selecionadas e considera esta uma grande oportunidade de melhoria e desenvolvimento. “Como o programa é feito em Brasília, a equipe de Diretoria de Pesquisas Sociais da Fundaj verá a questão da aplicabilidade e eficiência destes programas aqui. Será que todos os programas são viáveis para o município? Às vezes não. Então, em outras palavras, o diagnóstico acerca do que é aplicável ou sobre como aplicar da melhor maneira, é de suma importância para o desenvolvimento social de São Cristóvão”, detalhou.

 

Eldro da França, secretário municipal da fazenda

 

Participantes da reunião

 

Além do prefeito Marcos Santana, do secretário da Fazenda, Eldro da França e dos representantes da Fundaj, estiveram presentes na reunião os secretários: Fernanda Santana, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS); Lucianne Rocha, da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho (Semast); Júlio do Nascimento Júnior, da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra); Quitéria de Barros, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), assim como a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplog), com o secretário Josenito Oliveira.

 

 

Fotos: Dani Santos