Prefeitura de São Cristóvão entrega 10 toneladas de peixe para famílias em situação de vulnerabilidade social

11/04/2022 - 15:12 Atualizado há 19 horas



A Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Trabalho (Semast), iniciou na manhã desta segunda-feira (11), a entrega dos kits da Semana Santa. Destinados às famílias em situação de vulnerabilidade social, os kits são compostos por dois quilos de peixe, um quilo de arroz, além de leite de coco. Ao todo, serão distribuídas 10 toneladas de peixe.

 

A secretária da Semast, Lucianne Rocha, explica que o "intuito é que as famílias em situação de vulnerabilidade possam acessar uma alimentação de qualidade neste período tradicional do ano que é a semana santa. Serão distribuídos dez mil quilos de peixe, que beneficiarão cinco mil famílias sancristovenses”, comenta a secretária.

 

A ação partiu do Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional (Cresan), que busca trazer acesso à alimentação de qualidade para as famílias sancristovenses. Para a seleção de contemplados, foram feitos cadastros nas escolas municipais como uma forma de identificar as famílias que se enquadram nos critérios de vulnerabilidade. Além disso, outros grupos já cadastrados na Rede de Assistência foram contemplados pela iniciativa. 

 

"Dentro da política de assistência, com todas as ações que desenvolvemos dentro do território, nós já temos os cadastros de famílias em situação de vulnerabilidade que são atendidos pelos diferentes serviços e que foram contempladas pela ação. Serão beneficiadas famílias que residem nos assentamentos, instituições, a cozinha solidária, dentre outros", explicou a secretária. 

 

Ao todo, serão três dias de entregas nas escolas e nas comunidades que já foram previamente avisadas sobre a distribuição dos kits nas localidades. 

 

 

 

 

 

 

 

Cadastro de famílias

 

 

 

 

Lucianne Rocha, secretária da Semast

 

Famílias

 

Uma das beneficiadas, Cláudia Nazário, agradeceu o trabalho da Prefeitura para a comunidade sancristovense. “Está sendo ótimo, pois ajuda a quem não tem condições de comprar um peixe. Vai ser muito bom pra mim e meus dois filhos”, declarou.

 

Cláudia Nazário, uma das beneficiadas

 

Quem compartilha da mesma opinião é Ana Paula de Almeida, que expressou alegria pelo momento. “Eu estou achando muito bom, pela primeira vez estou ganhando um peixe. Tirei até um dia de folga para não perder o horário”, finalizou.

 

Ana Paula de Almeida, beneficiaria

 

 

Fotos: Dani Santos e Heitor Xavier