Prefeito Marcos Santana recebe ministro Márcio Macêdo para discutir construção de 107 casas populares em São Cristóvão

20/05/2023 - 14:26 Atualizado há 6 horas



O prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, recebeu na tarde desta sexta-feira (19), no Paço Municipal, a visita do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macêdo. Na ocasião, o gestor municipal apresentou o projeto para a construção de 107 casas populares para as famílias que hoje residem na comunidade do Maria do Carmo.



O projeto apresentado ao ministro foi idealizado pela Prefeitura de São Cristóvão, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), e prevê, para além das casas, praça com rampas de acessibilidade, área de preservação ambiental, pontos de ônibus, calçadas amplas, algumas residências estruturadas para idosos e pessoas que utilizam cadeira de rodas, rotas acessíveis em todos os eixos e arborização.



As residências farão parte do Conjunto Habitacional Lourdes Azevedo, no Eduardo Gomes, que ficará localizado próximo ao Rosa do Oeste, ao lado do Loteamento Porto Poxim, e terá aproximadamente 40 mil m² de obra. A construção das casas será feita com recursos do programa “Pró-Moradia”, do Governo Federal, na ordem de R$ 10.922,292 milhões. A articulação para liberação do valor junto ao Ministério das Cidades foi feita pelo ministro Márcio Macêdo.



O ministro elogiou o projeto, destacando que pode ser tomado como referência para outros municípios. Ele apontou pontos positivos como questões de acessibilidade, arborização do local e iluminação pública. “A equipe está de parabéns e fico muito feliz em fazer parte dessa história, em ter ajudado a viabilizar, junto com vocês e o presidente Lula o sonho da casa própria para 107 famílias. São famílias que ao final do dia terão um teto para viver com dignidade”, afirmou o ministro. 

 


Ministro Márcio Macêdo

Além disso, Márcio Macêdo aproveitou a oportunidade para parabenizar a boa atuação de Marcos Santana enquanto gestor. “Conheço Marcos e sei da competência técnica e do zelo com a coisa pública, da honestidade e do compromisso com o povo. Vejo Marcos Santana como o melhor prefeito de Sergipe e um dos melhores do Brasil, pela forma como conduz a gestão. Isso não é demérito para nenhum prefeito, mas acho que Marcos sabe bem como levar esse novo momento da gestão pública”, enfatizou o ministro. 



O prefeito Marcos Santana agradeceu ao ministro por ter se disponibilizado para conhecer um pouco mais sobre os projetos que estão em desenvolvimento na Cidade Mãe e reforçou a importância do diálogo com o Governo Federal neste novo momento. “Hoje o ministro nos deu a honra de vir até a prefeitura para discutir vários planos para São Cristóvão. Agradeço por ouvir nossas demandas, e espero que volte mais vezes para continuar contribuindo para o desenvolvimento da nossa cidade e do nosso país”. 

 



A apresentação do projeto contou com a presença do deputado estadual, Paulo Júnior; do ex-deputado Valadares Filho; dos vereadores: Thiago Correa, Italo Macário, Marcus Lázaro, Edivaldinho Cabeleireiro; o prefeito de Telha, Flávio Freire; além de secretários e demais servidores municipais. 

 




Famílias contempladas 



A construção das 107 unidades habitacionais é um compromisso firmado pelo prefeito desde o início da sua gestão e irá atender uma demanda histórica na região, que há anos sofre com a falta de moradias e a precariedade da infraestrutura. As famílias que serão beneficiadas já foram cadastradas previamente pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas). O intuito da gestão municipal é ampliar o número de famílias contempladas em uma segunda etapa do projeto. 



Outros projetos para a Cidade Mãe



Durante o encontro, o prefeito apresentou outros projetos como o Distrito Industrial onde está instalado o moinho de trigo da Maratá, a Rodovia Conselheiro Carlos Pinna, a Rodovia das Praias, e o Festival de Artes de São Cristóvão 2023. 


 

Cozinha Solidária



Ainda na tarde desta sexta, o ministro e o prefeito também estiveram na sede da Cozinha Solidária Danielle Bispo. A iniciativa, que foi desenvolvida pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), existe em nível nacional e tem o objetivo de ajudar famílias em situação de vulnerabilidade. Em São Cristóvão, a ação conta com o apoio da Prefeitura, através da Semas.

 

Fotos: Dani Santos