Palco Gal Costa recebe artistas sergipanos e atrai grande público à Praça São Francisco na abertura do FASC

02/12/2022 - 06:01 Atualizado há 5 horas



Iniciou nesta quinta-feira (01) a 37ª edição do Festival de Artes de São Cristóvão, após dois anos de pausa decorrente da pandemia. Quem teve a oportunidade de vir ao Centro Histórico da Cidade Mãe de Sergipe, mais especificamente à Praça São Francisco, desfrutou da vasta programação que movimentou o Palco Gal Costa e viu de perto a efervescência dos diversos segmentos artísticos através dos espetáculos de música, teatro e dança.

 

 

O primeiro dia do evento superou as expectativas do público, que não hesitou em prestigiar esta edição histórica, apesar da previsão de chuva, afinal, são 50 anos de História do FASC. Um acontecimento que tem por objetivo fomentar a cultura e a arte, além de dar visibilidade aos artistas locais e regionais. A primeira atração musical foi a banda Afoxé di Preto e em seguida o público acompanhou a Companhia de Teatro Voz da Vida, com a performance “O tronco oculto”.

 

Banda Afoxé di Preto

 

 

Outra atração que marcou presença no palco Gal Costa foi a companhia de dança Espaço Formas, que existe há 25 anos em São Cristóvão e trouxe ao público o espetáculo “Poemas do Sertão”. Guilherme Gonçalves, coreógrafo e idealizador da companhia, é veterano dos palcos do festival e para ele, “desde o retorno do FASC, em 2017, o evento tem sido muito mais do que um encontro de vertentes artísticas, pois o que vejo é a autoestima do povo sancristovense cada vez mais fortalecida”, frisou.

 

Guilherme Gonçalves, coreógrafo 

 

Cia de dança Espaço Formas

 

No decorrer da noite o Palco Gal Costa recebeu a musicalidade da banda Samba das Pretas e quem encerrou foi a dupla Chiko Queiroga e Antônio Rogério. Para Lívia Aquino, vocalista da banda Samba das Pretas, o FASC tem um papel grandioso para a cultura sergipana, pois valoriza os artistas locais. “Nós trouxemos a força de quatro mulheres pretas, artistas do estado, com um show que passeia por diversos gêneros, com músicas autorais para que o público do FASC, que é amplo e diverso, possa prestigiar. O que este festival nos proporciona fortalece a nossa arte e nos enche de expectativa para que o evento tenha vida longa”.

 

Lívia Aquino, cantora

 

Samba das Pretas

 

Chiko Queiroga e Antônio Rogério, cantores

 

Público fiel e entusiasmado

 

Amanda Moreira, pesquisadora em arte e educação, não hesitou em vir de Minas Gerais para conhecer São Cristóvão e imergir na programação do FASC. “Eu atuo como pesquisadora da arte, da cultura e da educação e entendo que festivais são lugares de aquilombamento, troca e compartilhamento. Eu já tinha ouvido falar muito no FASC, por isso vim disposta a vivenciar essa imersão na cultura, neste festival que é um dos mais antigos do Brasil.  Foi um prazer ter vindo de tão longe para prestigiar esta potência, esta verdadeira celebração da arte”, disse.

 

Amanda Moreira, pesquisadora em educação, cultura e arte

 

Para Marília Cerqueira, estudante da Universidade Federal de Sergipe (UFS), é memorável estar na celebração dos 50 anos do FASC. “É muito emocionante estar aqui no festival, é um momento histórico, um retorno que com certeza ficará guardado na memória de todos. Considero como um presente da gestão poder vivenciar essa festa, com atrações que enaltecem a cultura afro-brasileira, com a diversidade de artistas, principalmente os sergipanos. Após o FASC eu sinto que São Cristóvão é de todo mundo, uma cidade que nos contempla e que nos deixa um tanto feliz”, afirmou.

 

Marília Cerqueira, estudante de UFS

 

Realização e apoio

 

O FASC é uma realização da Prefeitura de São Cristóvão, e neste ano conta com o patrocínio da Celi, Coca-Cola e Tiger. O apoio fica por conta da Fecomércio, Universidade Federal de Sergipe, Governo de Sergipe, Vitória Transportes, Thalu, Jaguar, RR Conect e UNIR.

 

Programação completa

 

Dia 02/12 - Sexta-feira

 

Palco Gal Costa, na Praça São Francisco

20h - Coletivo Sergipano de Mulheres no Samba

21:30h - Entrega da Medalha "Mérito Cultural"

23h - Alceu Valença

01h - The Baggios

 

Palco Frei Santa Cecília, na Praça do Carmo

16h - Samba Deles

18h - Samba do Arnesto

20h - Hiran

22h - Lari Lima

00h - Academia da Berlinda

 

Palco Largo do Rosário, na Igreja do Rosário dos Homens Pretos

15h - Skabong

16h30 - Açocena

18h - Mestre Madruguinha

 

Palco Mariano Antônio, no Largo da Matriz

15h - Cigari - “Varieté da Cigari”

17h - Michelle Pereira - “Sarapokàn”

18h - Ivo Adnil - “De canoa e de rede”

 

Cine Trianon, na Rua Cel. Erundino Prado

14h - Festivalzinho CURTA-SE 22 (com a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis) apresenta: "A Caverna de Petra" e "Kuri Ha Akae Ovy".

15h30 - Sessão Sergipe com “Zélia” - Lucas Menezes, ”Imã de Geladeira” - Carolen Meneses e Sidjonathas Araújo, ”Fim de Expediente” - Carol Barros e “Diô - O Mestre do Samba de Coco do Mosqueiro” - Fábio Jaciuk e Jorge Lins.

 

Salão de Artes Vesta Viana, na Praça da Matriz

14h - Panorama da Arte Contemporânea de Sergipe com Elias Santos, Antônio Cruz e Cauê Mathias - Mediação: Joel Ferreira Dantas

16h - Arte urbana em São Cristóvão com artistas selecionados do edital de Grafite - Mediação: Cauê Mathias

Exposição permanente: Layla Bomfim, Deborah Arruda, Sara Miranda, Amanda Sztybe, Laize Rosendo, Sônia Elizabeth, Kely Regina, Matheus Almeida, Giancarlo, Amanda Pinto, Davi de Souza, Ana Carla, Ebert dos Santos e David Ribeiro

 

Salão de Artes Horácio Hora, na Rua Pereira Lobo

14h - Roda de conversa - FASC Memória em Cartaz - Breno Loeser, Matheus Augustinho e Rosane Bezerra - mediação - Gladston Barroso.

17h - Abertura oficial do Salão

Exposição permanente: Lucas Lemos, Elias Santos, Antônio Cruz e Mundo Negro/Larissa Vieira

 

Salão de Literatura Manoel Ferreira, na EMEF Gina Franco

15h - Oficina de Freestyle: Minas no Free, Minas Front com Emília Aquino, Emanuele Caiane, Mali e Letícia França

16h - Roda de conversa - Novos autores sergipanos com Allan Jonnes, Carol Barros e Luís Matheus Brito - Mediação: Vera Lúcia dos Santos

17h - Contação de História Afro - Thaty Meneses

 

Cortejos, saída na Praça João Ferreira dos Reis

16h - Chegança da AMI

16h30 - Maracatu Raízes do Quilombo de Brejo Grande

17h - Tonico de Ogum e Cortejo Beleza Negra

 

Espaço ODS, na EMEF Gina Franco - 10h às 15h

Distribuição de Livros, através do Projeto “Livro Liberdade para Alma”;

Ponto de Coleta Seletiva (Consórcio de Resíduos Sólidos Centro Sul do Estado e Grande Aracaju) e Ações de exames rápidos (Unimed)

"Sala de Leitura (Colégio Santa Quiara)"

Atividades de enfrentamento ao trabalho infantil (Semas)

 

Dia 03/12 - Sábado

 

Palco Gal Costa, na Praça São Francisco

19h - Anne Karol

21h - Larissa Luz

23h - Daniela Mercury

1h - MC Tha

 

Palco Frei Santa Cecília, na Praça do Carmo

18h - Rebecca Melo

20h - Almério canta Cazuza

22h - Sandyalê

00h - João Suplicy

 

Palco Largo do Rosário, na Igreja do Rosário dos Homens Pretos

15h - Pardal MC

16h30 - MariaMilena

18h - Táia

19h30 - Kilodoinhame

 

Palco Mariano Antônio, no Largo da Matriz

15h - Boca de Cena - “Remundados”

17h - Imbuaça - “Mar de fitas, nau de ilusões”

18h - Cia de Teatro Loucos por Loucos - “O Santo e a Porca”

19h30 - Só Dança - “Ruas”

 

Cine Trianon, na Rua Cel. Erundino Prado

14h - Festivalzinho CURTA-SE 22 (com a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis) apresenta: "Tito e Os Pássaros"

15h - Sessão Sergipe com “Cinemas de Rua de Aracaju” - Juliana Vila Nova e Eudaldo Monção Jr e ”Ave Seca” - Carol Mendonça

 

Salão de Artes Vesta Viana, na Praça da Matriz

14h - Roda de Conversa sobre Arte Eletrônica com Eliane Weizmann e Yasmim de Freitas - Mediação: Fernando Marinho

16h - Roda de Conversa sobre Arte e Resistência com Renata Felinto - Mediação: Wendell Salvador

Exposição permanente: Layla Bomfim, Deborah Arruda, Sara Miranda, Amanda Sztybe, Laize Rosendo, Sônia Elizabeth, Kely Regina, Matheus Almeida, Giancarlo, Amanda Pinto, Davi de Souza, Ana Carla, Ebert dos Santos e David Ribeiro

 

Salão de Artes Horácio Hora, na Rua Pereira Lobo

14h - Roda de Conversa sobre Arte e Economia Coletiva com Lucas Lemos e Kauan Pereira - Mediação: Cássia D’Antônio

16h - Roda de Conversa sobre Modelagem Artística: Técnica e Materiais com Marcelo Almeida e Milton Coelho - Mediação: Gladston Barroso

Exposição permanente: Lucas Lemos, Elias Santos, Antônio Cruz e Mundo Negro/Larissa Vieira

 

Salão de Literatura Manoel Ferreira, na EMEF Gina Franco

15h - Memórias de um motorista de turnês - Paulo André - Mediação: jornalista Catarina Cristo

16h - Intervenção Literária “Destinos e Desatinos” com Raphael Melo

17h - Roda de conversa “Centenário de João Oliva” com Terezinha Oliva e Jorge Carvalho

 

Cortejos, saída na Praça João Ferreira dos Reis

16h - Caceteiras de Mestre Rindu

16h30 - Cortejo dos Mestres do Forró de Sergipe

17h - Burundanga Percussivo

 

Espaço ODS, na EMEF Gina Franco - 10h às 18h

Distribuição de Livros, através do Projeto “Livro Liberdade para Alma”;

Ponto de Coleta Seletiva (Consórcio de Resíduos Sólidos Centro Sul do Estado e Grande Aracaju) e Ações de exames rápidos (Unimed)

Sarau de talentos LGBTQIA+ nos 21 dias de ativismo – ODS 5 - IGUALDADE DE GÊNERO (Secretaria Municipal de Assistência Social e Movimentos LGBTQIA+)

Sala de Leitura (Colégio Santa Quiara)

Atividades de enfrentamento ao trabalho infantil (Semas)

Exibição do filme “Os Caminhos de Xangô - A resistência das religiões afro-descendentes

 

Dia 04/12 - Domingo

 

Palco Gal Costa, na Praça São Francisco

19h - Reemah

21h - Emicida

23h - Diogo Nogueira

 

Palco Frei Santa Cecília, na Praça do Carmo

16h - Saulinho

18h - BK

20h - Lucas Campelo

22h - Héloa

00h - Isis Broken

 

Palco Largo do Rosário, na Igreja do Rosário dos Homens Pretos

15h - Karne Krua

16h30 - Banda Manifestação

18h - Luno Torres

 

Palco Mariano Antônio, no Largo da Matriz

15h - Mamulengo de Cheiroso - “Baile de Cheiroso”

16h - Samba de Coco da Ilha

17h - Catalise Cia. dos Artistas - “Cabeleira - O Musical”

18h - Cia de Dança Carpe Diem - “Raízes Nordestinas”

19h30 - Mariah da Penha - “Levando a vida no cabelo”

 

Cine Trianon, na Rua Cel. Erundino Prado

14h - Mostra Acessibilidade - CURTA-SE 22 e Dia da Animação apresentam: "O Homem na Caixa", "Insone", "Millie", "Trip", "Piconzé", "La Loba", "8 Patas" e “Torre”

15h - Sessão Sergipe com “Morena dos Olhos Pretos” - Isaac Dourado

 

Salão de Artes Vesta Viana, na Praça da Matriz

14h - Roda de Conversa sobre A arte da Xilogravura com Nivaldo Oliveira e Evandro Sybine - Mediação: Neila Dourado 

16h - Aloísio Magalhães: Arte, Design e Patrimônio com Fernando Marinho e Fabrícia Guimarães - Mediação: Isadora Burmeister Dickie

Exposição permanente: Layla Bomfim, Deborah Arruda, Sara Miranda, Amanda Sztybe, Laize Rosendo, Sônia Elizabeth, Kely Regina, Matheus Almeida, Giancarlo, Amanda Pinto, Davi de Souza, Ana Carla, Ebert dos Santos e David Ribeiro

 

Salão de Artes Horácio Hora, na Rua Pereira Lobo

14h - Roda de Conversa sobre Colagem Analógica e Digital com Kely Nascimento e Ana Luiza de Santana Correa (Viajanalua) - Mediação: Tábata Maria Machado Santos

15h30 - Performance: Não Seque Por Dentro - Davi Cavalcante

16h - Integração artista e comunidade - Práticas colaborativas na Ilha do Ferro (Alagoas) com Adones Valença - Mediação: Wellington Césario

Exposição permanente: Lucas Lemos, Elias Santos, Antônio Cruz e Mundo Negro/Larissa Vieira

 

Salão de Literatura Manoel Ferreira, na EMEF Gina Franco

15h - Slam Poesia Marginal com Emanuele Caiane

16h - O Slam em Sergipe com Igor Sena

17h - Contação de história - Literatura de Erê (infantil) com Mali

 

Cortejos, saída na Praça João Ferreira dos Reis

16h - Pífano de Pífe

16h30 - Descidão Quilombola

17h - Batalá

 

Dias 01 a 04/12

 

Casa das Culturas Populares, na Praça São Francisco

10h às 18h - Exposição "Rezadeiras da nossa terra"

Casa Sesc

Salão da Casa Paroquial - Igreja da Matriz

Casa Geek e Cine SESC

Museu de Artes Sacra - Dia 03, das 15h às 17h e Dia 04  - 9h às 17h

Exposição "Embarcações históricas e gente ribeirinha", de Mestre Passos           

Cidade Mãe Sustentável                                            

 

Dia 02/12 - Sexta-feira

10h - Exposição Cidade Mãe na Perspectiva Ambiental

13h - Vídeo das ações de Gestão Ambiental do Município

15h - Roda de conversa orgânica: Importância Sociocultural para comunidades ribeirinhas - Geógrafa Msc. Sara Juliana Santana Santos (Diretora de Gestão Ambiental da SEMMA São Cristóvão/SE

 

Dia 03/12 - Sábado

10h - Exposição fotográfica Cidade Mãe na Perspectiva Ambiental

13h - Vídeo das ações de Gestão Ambiental do Município

15h - Roda de conversa orgânica: Educação Ambiental - Uma Estratégia para Sensibilizar e Refletir sobre Percepção Ambiental - Convidado: Geógrafo Dr. Lício Valério Lima Vieira

 

Dia 04/12 - Domingo

10h - Exposição Cidade Mãe na Perspectiva Ambiental

13h - Vídeo das ações de Gestão Ambiental do Município

16h - Integração com a Associação dos Catadores de Resíduos Sólidos de São Cristóvão sobre coleta seletiva

 

Fotos: Heitor Xavier e Fernando Correia