Obras na EMEF Agnaldo Silva Santana, na Várzea Grande, chegam a quase 40%

18/03/2023 - 14:07 Atualizado há 7 horas



 

Para garantir a melhor infraestrutura para a educação pública no município, a Prefeitura de São Cristóvão está realizando investimento em reformas estruturais, ampliação e readequação de unidades de ensino. Na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Agnaldo Silva Santana, localizada no bairro Várzea Grande, as obras já chegam a 36%.

 

A arquiteta da Secretaria Municipal de Educação,Deyse Carinne,  explica que as obras já estão chegando no quarto mês:  “As obras estão a todo vapor, estamos entrando no quarto mês e seguindo  o cronograma acordado, esperamos que seja entregue em meados de julho. Ver  tudo assim, revestido, me deixa bastante alegre. Foi feita uma readequação dos ambientes físicos para atender a demanda existente da comunidade. Então readequamos a cozinha e a parte estrutural dos banheiros, além de redimensionar e ampliar as salas de aula”, pontuou. 

 

Deyse Carinne, arquiteta

 

Além da EMEF Agnaldo Santana, a gestão municipal está realizando obras de infraestrutura nas escolas  Ruth Dulce de Almeida e Dr Martinho de Oliveira Bravo, no bairro Rosa Elze. Os valores investidos totalizam quase R$2 milhões provenientes de recursos próprios do município.

 

Segundo a secretária municipal de educação, Deise Barroso, as obras nas unidades de ensino têm  o objetivo de ampliar o número de vagas na rede municipal para estudantes dessas regiões: “A necessidade de mais obras na região do grande Rosa Elze nasce da demanda existente. Com o crescimento populacional  as demandas estão crescendo cada vez mais. Por isso,  existe a necessidade de ampliar a oferta de vagas para essa região, porque os alunos da Várzea Grande estão ocupando vagas na Escola Maria Oliveira, no Madre Paulina  e no Ruth Dulce”,  explicou a secretária.

 

Deise, Barroso, secretária de educação 

 

 

Deise Barroso também ressalta que uma sala para creche será construída na EMEF Agnaldo Santana: “É  uma demanda reprimida nessas regiões. A nossa expectativa é incluir em todas as escolas que forem ampliadas as salas de creche, porque essa é a forma mais rápida de diminuir essa demanda”,  concluiu.

 


 

 

Escolas reformadas no Rosa Elze



No bairro Rosa Elze as unidades de ensino reformadas são as EMEF’S  Ruth Dulce de Almeida e Dr Martinho de Oliveira Bravo, onde as obras já foram iniciadas e contam com previsão de construção de três novas salas de aula, para atender a demanda existente da comunidade. Também haverá cobertura da quadra de esportes, que já existe, além da construção de dois quiosques, que vão representar uma área de convivência que a escola ainda não oferece.

 

 As novidades já criam expectativa nos alunos da escola, como Évila Maria, de 11 anos: “A gente usa a quadra para aprender e brincar e, quando estiver pronta, vamos poder usar muito mais”.

 

Évila Maria, estudante 

 

 

Andriele Santana Araújo, tem 12 anos e relata sua ansiedade pela conclusão da cobertura da quadra de esportes: “Costumo usar muito a quadra nas aulas e também para aprender. Sem a cobertura o sol incomoda um pouco, faz muito calor e depois que a quadra estiver coberta vai ser muito melhor”, destacou. 

 

Andriele Araújo, estudante


Fotos:  Dani Santos.