Obra na Estação de Tratamento de Água do Cristo garante eficácia no abastecimento

10/02/2022 - 12:27 Atualizado há 6 horas



A prefeitura de São Cristóvão e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) estão atuando com o objetivo de garantir o funcionamento do sistema de abastecimento de água do município. Muitas medidas já foram tomadas para atender às necessidades da população e uma delas foi modernizar o sistema elétrico, tanto da Barragem do Muniz, para evitar as quedas de energia e garantir a eficácia da captação de água, quanto da Estação de Tratamento de Água do Cristo (ETA), responsável pelo abastecimento da parte alta da cidade. O investimento da obra ultrapassou o valor de R$50 mil, oriundos de recursos próprios da Prefeitura.

 

Novos quadros de eletricidade

 

Para o diretor-presidente do SAAE, Carlos Melo, a instalação dos novos quadros de distribuição é uma ação de suma importância para a população, porque contribui para a constância do abastecimento e para fazer jus ao lema da gestão. “O nosso lema há cinco anos é fazer com que a população tenha água nas torneiras 24h e sete dias por semana. Hoje a falta d’água na cidade decorre da queda de energia, por isso iniciamos a obra pela substituição dos quadros de distribuição de eletricidade, que é o coração da ETA, é onde está todo o bombeamento do sistema, então precisamos dessa proteção”, explicou.

 

Carlos Melo, diretor-presidente do SAAE

 

Cristian Anderson Prado é o técnico em química da ETA do Cristo e ele reforça a finalidade da substituição do sistema elétrico. “Os quadros elétricos antigos estavam na ativa desde a década de 1980 e para acompanhar o avanço da tecnologia, instalamos os quadros novos. Em pouco tempo de troca já deu para perceber uma operação melhorada, com menos riscos de queimar a bomba e parar a distribuição de água. Podemos cumprir com o nosso papel de forma mais tranquila”, afirmou.

 

Cristian Anderson Prado, técnico em química da ETA do Cristo

 

O diretor ainda acrescenta que, além do setor estar munido de equipamentos que proporcionam água nas torneiras 24h, como os sistemas de segurança e as bombas reserva que garantem esse nível de abastecimento, existe a preparação para os próximos passos, que serão a reforma do prédio, a substituição do reservatório de d’água e, por conseguinte, a aquisição do reservatório extra.

 

“A obra dos quadros elétricos foi iniciada em janeiro e foi concluída agora e a próxima iniciativa é ter um reservatório de 50m³, como suporte para iniciarmos a reforma do antigo e, após conclusão, contaremos com dois reservatórios. Em seguida faremos uma licitação para reformar todo o prédio e assim garantir melhorias nos resultados”, enfatizou o diretor.

 

Quadros elétricos retirados e substituídos

 

Fotos: Heitor Xavier