Novos Ares: Prefeitura de São Cristóvão climatiza EMEF Dr. Lourival Baptista

27/04/2021 - 18:57 Atualizado há 2 dias



 A Prefeitura de São Cristóvão continua requalificando as escolas do município e levando mais conforto para alunos e professores da rede municipal de educação. Neste sentido, através do Programa Novos Ares, a Secretaria de Educação (Semed) tem buscado climatizar todas as escolas da cidade. Uma destas instituições de ensino é a EMEF Dr. Lourival Baptista que recentemente passou a contar com aparelhos de ar-condicionado em todas as suas salas.

 

Localizada no bairro Romualdo Prado, a EMEF Dr. Lourival Baptista já havia passado por uma requalificação em toda a sua estrutura no ano de 2019. À época foram investidos R$ 89 mil em ações como: manutenção geral do telhado, troca de calhas fluviais, revisão e manutenção de sistema hidrossanitário, nivelamento e renovação do piso de alta resistência, instalação de grades de proteção, revisão elétrica, pintura e revitalização da quadra de esportes.

 

Salas passaram a contar com aparelhos de ar-condicionados 

 

Agora, foram mais R$ 27 mil investidos pela gestão municipal para garantir mais conforto através da climatização dos espaços. Para a diretora da escola, Valéria Maria Correia, a climatização possibilitará melhores condições para que os alunos possam aprender e para que os professores possam ensinar quando todos puderem retornar às salas de aula.

 

“É um presente para nós, porque as salas eram muito quentes. É uma pena que não estamos podendo ter aula para fazer uma inauguração com os alunos, mas não faltarão oportunidades. Acredito que com a climatização vai melhorar muito o desempenho dos alunos e para os professores também será ótimo, eles sempre cobravam essas melhorias e agora nós temos. Só temos que agradecer ao prefeito e à secretária de educação”, declarou a diretora.

 

Valéria Maria Correia, diretora da escola

 

Novos Ares

 

A secretária de educação, Quitéria de Barros, explica que o Programa Novos Ares nasceu da necessidade que foi identificada em algumas escolas no que diz respeito à ausência de ventilação de alguns espaços, em razão das suas arquiteturas.

 

Ela relata que o município possuía escolas como a EMEF São Cristóvão, EMEF Gina Franco e EMEF Lourival Baptista, ambas localizadas na região do Centro Histórico, que não possuíam condições de conforto suficientes para atender os alunos e professores. “A ideia foi priorizar as escolas cuja arquitetura não tinha como atender a necessidade de conforto para o processo de ensino-aprendizagem, nem para o professor nem para o aluno, em razão de sua arquitetura que não prevê essa necessidade”, detalhou a secretária.

 

Quitéria de Barros, secretária de educação

 

Segundo Quitéria, desde a implantação do Programa, a gestão municipal já climatizou 50% das escolas, ou seja, 15 das 30 escolas que são administradas pelo município já receberam aparelhos de ar-condicionado. “Esse é o compromisso da Prefeitura de São Cristóvão em propiciar para o professor e para o aluno um ambiente que facilite o processo de ensino-aprendizagem, e de respeitar os coletivos escolares. É um programa que nós temos muita estima, que temos uma aceitação muito grande por parte dos coletivos escolares, que leva respeito aos equipamentos públicos que estão disponíveis à comunidade e que diz muito sobre o qual prioritário são os espaços escolares para a gestão do prefeito Marcos Santana”, reforçou a secretária de educação.

 

Fotos: Dani Santos