Marcos Santana se reúne com presidente do Banese para discutir investimentos para o FASC 

22/06/2023 - 13:35 Atualizado há 2 dias



O prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, esteve reunido na tarde da última quarta-feira (21), com o presidente do Banese, Marco Antônio Queiroz, para discutir investimentos no 38° Festival de Artes de São Cristóvão (FASC), que acontece nos dias 01, 02 e 03 de dezembro. Acompanhado da coordenadora de projetos e captação de recursos, Sueline Monteiro, o gestor apresentou o histórico dos 50 anos do Festival, destacando a importância do evento para a população. 

 

“O FASC é um evento que reúne diversas manifestações artísticas nas ruas de São Cristóvão e é 100% gratuito. Além disso, contribui direta e indiretamente para geração de renda para a população, e esse é um dos principais fatores que nos faz mantê-lo. Hoje tive uma reunião bastante produtiva com o presidente Marco, e saio daqui com a expectativa de que o Banese poderá colaborar conosco neste ano”, apontou o prefeito de São Cristóvão. 

 

O presidente do Banese, Marco Antônio Queiroz, elogiou o papel que o FASC tem desempenhado ao longo de sua história e parabenizou o prefeito de São Cristóvão pelo resgate e manutenção do evento. 

 

“É um Festival que tem trazido permanentemente a marca da inclusão social, da diversidade, do apoio à cultura e do povo brasileiro. Ele representa tudo isso e está em Sergipe, na quarta cidade mais antiga do Brasil. O Banese está sendo sondado para ser um dos patrocinadores, e naturalmente nós iremos analisar a proposta. Desde já ficamos satisfeitos por termos sido procurados para esse evento e por ver o atual estágio que se encontra o município de São Cristóvão”, declarou o presidente do Banese.

 

Presidente do Banese, Marco Antônio Queiroz

 

Na oportunidade, o prefeito também falou sobre os projetos em execução na cidade, futuras iniciativas que estão no planejamento da gestão municipal e possibilidade de novas parcerias com o banco sergipano. 

 

A reunião também contou com a participação da superintendente de Varejo do Banese, Maraísa Sá. 

 

 

O Festival

 

O FASC foi iniciado nos anos 1970, e serviu de palco para grandes artistas sergipanos e nacionais, para que pudessem expressar suas produções artísticas nas mais diversas modalidades. O evento foi descontinuado em 2005 e retornou em 2017, com a gestão de Marcos Santana, resgatando a proposta dos antigos festivais e reacendendo a programação cultural da Cidade Mãe de Sergipe.

 

Em 2022, dois anos após pausa por conta da pandemia de Covid-19, o Festival retornou ao formato presencial trazendo nomes como Emicida, Daniela Mercury e Alceu Valença. Para 2023, ano que celebra 51 anos de existência, a expectativa é que mais de 50 mil pessoas circulem diariamente pelas ruas históricas de São Cristóvão.

 

Fotos: Dani Santos