Mais de 1600 famílias recebem cestas básicas da Prefeitura de São Cristóvão

09/06/2020 - 17:00 Atualizado há 3 dias



 

Em continuidade às ações que disponibilizam garantias mínimas à segurança alimentar dos sancristovenses, neste momento de pandemia, a Prefeitura de São Cristóvão realizou, na última semana, a distribuição de 1.660 cestas básicas. Ao todo, a prefeitura irá distribuir 30 mil cestas para famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

 

Para além da distribuição das cestas básicas, que foram adquiridas com recursos próprios, a prefeitura também está disponibilizando kits de alimentação para famílias com filhos matriculados na rede municipal de educação. Os kits são oriundos do Programa de Alimentação Escolar de São Cristóvão, que é financiado em sua maioria com recursos do município, contando com investimento suplementar do Governo Federal, que equivale a R$ 0,36 per capita aluno/dia.

 

Desta forma, cada mãe/pai sancristovense que possuir um filho matriculado na rede municipal, terá o direito a receber uma cesta básica e um kit de alimentação. Caso tenha dois filhos, será contemplada com uma cesta básica e dois kits, e assim sucessivamente. Com isso, a intenção da prefeitura é assegurar que as crianças e suas famílias tenham direito a uma alimentação saudável neste período de pandemia.

 

 

As famílias que não possuem crianças matriculadas na rede, devem buscar o CRAS mais próximo da sua região para fazer a solicitação, e lá passarão por avaliação das equipes, para averiguar a sua situação socioeconômica.

 

“Por meio da nossa política de assistência social, estamos distribuindo cestas de alimentação para todas as famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade. Além das cestas, nós estamos entregando, por meio do Programa de Alimentação Escolar, kits de alimentação para os alunos da rede municipal. Serão cerca de 30 mil cestas para toda a população e 7680 alunos da rede beneficiados. Ao todo, serão aportados R$ 1,6 milhão nessas ações”, declarou o prefeito Marcos Santana.

 

Organização

 

Como forma de organizar a distribuição, a Prefeitura está utilizando o espaço de algumas escolas da rede municipal de ensino para entregar cestas e kits às famílias que estão em vulnerabilidade social e têm filhos matriculados na rede municipal. Na última semana foram distribuídas cestas nos seguintes locais: Ruth Dulce, Francisco da Costa, Creche Maria de Lourdes, Josinalva Santos da Silva, Raimundo Francisco, Antônio Carlos Leite e Escola Rural do Povoado Feijão. Nessas localidades, foram entregues 1.161 cestas básicas e 1.871 kits de alimentação.

 

Nas unidades de ensino, os pais e responsáveis são recebidos com toda segurança necessária, como orienta as entidades de saúde, a exemplo de cartazes com orientação sobre as entregas; aplicação de álcool gel; sinalizadores para alertar sobre o distanciamento necessário entre pessoas nas filas e nas salas de espera; utilização de máscaras para todos os servidores que estão atuando na entrega.

 

 

“Fizemos uma organização para que não comprometa a saúde das pessoas. Mantemos o distanciamento social, as mães vêm buscar os alimentos com máscaras, assim como estão as nossas equipes. Fizemos uma divisão do número de famílias por escola, de modo que não haja tumulto dentro e fora da escola”, detalhou a secretária de Educação, Quitéria de Barros.



Famílias

 

A dona de casa Andressa Rodrigues Nascimento foi uma das mães beneficiadas na última semana. “Neste momento, muita gente está sem poder trabalhar. Como nossos filhos estão mais tempo em casa, porque as aulas estão paralisadas, o consumo aumenta ainda mais. Acho que a cesta e os kits serão importantes para nós. Chegam em uma boa hora”, declarou.

 

A opinião dela é compartilhada por Iraildes Vieira dos Santos, que reside no Jardim Universitário e tem uma neta matriculada da EMEF Ruth Dulce. “Na minha casa, são cinco pessoas morando e agora toda ajuda é bem-vinda. A estrutura que montaram para distribuição está muito organizada também, gostei muito”.

 

Andressa Rodrigues Nascimento, dona de casa

 

Dúvidas

 

Em caso de dúvidas se tem direito ou não ao recebimento do benefício, o indivíduo deve procurar o Centro de Referência da Assistência Social mais próximo da sua região, sendo eles o CRAS Gilson Prado (99894-8182) ou o CRAS São Cristóvão (99814-6538).