IBGE apresenta resultados preliminares do Censo 2022 à gestão municipal de São Cristóvão

20/12/2022 - 16:51 Atualizado há 8 horas



A manhã desta terça-feira (20) no Paço Municipal foi marcada pela reunião entre representantes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Prefeitura de São Cristóvão para apresentação do resultado preliminar do Censo Demográfico 2022. 

 

O censo do IBGE é a principal fonte de referência para o conhecimento das condições de vida da população nos municípios brasileiros, permitindo benefícios como o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), uma transferência constitucional do Tribunal de Contas da União (TCU) que destina recursos ao município para investimento nas áreas sociais.

 

Representando a equipe do Instituto, a coordenadora censitária da subárea de São Cristóvão, Rosilene Neves, elogiou o apoio da gestão e dos órgãos na cobertura total do município e no comprometimento dos recenseadores para não deixar ninguém de fora. “Fazer o Censo de São Cristóvão foi bastante desafiador considerando a área urbana densa do Rosa Elze e do Eduardo Gomes, assim como da grande extensão de área rural na questão de cobertura, então ter o apoio logístico do IBGE, do planejamento logístico e da flexibilidade de horário foi importantíssimo para terminarmos a coleta na cidade”, explicou.

 

Rosilene Neves, coordenadora censitária da subárea de São Cristóvão

 

Durante a reunião, a apresentação pontuou sobre o trabalho do censo demográfico em analisar as características da população e os domicílios, além sobre a base territorial e definir o que é rural e urbano. Também foi falado sobre a questão do trabalho de controle e qualidade na cobertura dos dados para verificação de possíveis ajustes até o encaminhamento das informações ao TCU nos próximos meses, que por sua vez utilizará o cálculo do FPM e fiscalizará a entrega dos respectivos recursos.

 

Dentre os dados levantados no resultado preliminar, o Censo de 2022 em São Cristóvão recenseou 43.024 domicílios físicos, comparado à quantidade de 20.423 em 2010, e desse total, 32.934 foram entrevistados. Outra questão importante foi o aumento da população sancristovense, que no Censo de 2010 era de 78.864 pessoas e que agora em 2022 passou a ter 92.866 recenseados. 

 

 

Nas palavras do Prefeito Marcos Santana, o trabalho do IBGE no município foi bem satisfatório e que está no aguardo dos resultados definitivos do Censo. “Com essa ferramenta, nós poderemos identificar quais são os gargalos, onde está a população e as suas necessidades, pois é através desse resultado que teremos condições de planejar a cidade para o futuro”, disse. 

 

Prefeito Marcos Santana

 

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho (Semdet), Josenito Oliveira, o Censo será relevante na elaboração de políticas públicas em São Cristóvão. “Somente com os dados concretos e confiáveis, que mostrem a realidade do nosso município é que nós poderemos contemplar políticas em áreas como educação, saúde, desenvolvimento, trabalho, então todas elas dependem justamente desses dados que é de fundamental importância para todos”, concluiu. 

 

Josenito Oliveira, secretário da Semdet

 

Fotos: Heitor Xavier